Opinião: Eternidade de Alyson Noel

Eternidade – Saga dos Imortais (I)

Alyson Noel

Editora: Gailivro

Nº de Páginas: 297

Sinopse: O primeiro livro da extraordinária nova série Os Imortais de Alyson Noël.

Entrem num mundo encantador onde o verdadeiro amor nunca morre…

Depois de um terrível acidente que lhe matou a família, Ever Bloom, de dezasseis anos, consegue ver as auras das pessoas que a rodeiam, ouvir os seus pensamentos e conhecer a histór…ia da vida de qualquer pessoa através de um simples toque. Desviando-se, sempre que possível, no sentido de evitar qualquer contacto humano e de esconder esses dons, Ever é vista como uma anormal na escola secundária à qual regressa.

Mas tudo muda, quando conhece Damen Auguste.

Damen é encantador, exótico e rico. E é a única pessoa que consegue silenciar o ruído e as manifestações de energia que invadem a cabeça de Ever. Ele transporta uma magia tão intensa que parece conseguir ler a alma de Ever.

À medida que Ever é arrastada para o sedutor mundo de Damen, onde abundam os segredos e os mistérios, começam a surgir-lhe mais perguntas do que respostas. Além de que não faz ideia de quem realmente é… ou daquilo que é. Apenas sabe que se está a apaixonar desesperadamente.

“Eternidade” – Um amor assim não tem fim.

Opinião: Para quem tem acompanhado as últimas novidades dentro do género “romance sobrenatural”, que muitas vezes é confundido com o fantástico, sabe que fomos inundados de histórias de vampiros, lobisomens e amores impossíveis entre humanos e esses seres sobrenaturais nas suas mais variadas formas.

Eternidade, é mais um romance sobrenatural. Desta, a personagem principal, uma humana, ficou com poderes psíquicos depois do acidente que causou a morte dos seus pais e irmã. A antiga Ever, sempre animada e com alta auto-estima, transforma-se numa rapariga soturna que anda sempre com sweat-shirts larguíssima e de phones. E tal como diz na sinopse, tudo muda quando ela decide olhar para Damen, o seu novo colega.

Depois de já se ter lido muito do que tem andado por aí deste género, é inevitável não associar algumas cenas às de outros livros. Semelhanças com o Crepúsculo, Crónicas Vampíricas e outros do género, acabam por abundar durante grande parte da estória, como a forma como as personagens se conhecem, o desenvolvimento das suas relações, entre outros. Com uma narrativa fluída, tenho pena que em 2/3 do livro os princípais mistérios tenham sido tão pouco desenvolvidos (dando mais importância à vida de Ever) e depois, no último 1/3, parece que tudo nos começa a ser revelado, umas coisas atrás das outras.

No entanto, Eternidade acaba por marcar a diferença no tipo de personagens presentes e nas suas características. Eternidade não é um livro de vampíros, é um livro onde conhecemos um conceito de imortal, baseado nas teorias/práticas alquimistas. Outro conceito que aprendemos é o significado de certas flores quando oferecidas a alguém. Neste caso, a túlipa vermelha – amor eterno – é fundamental até grande parte da estória nos ser revelada.

Com uma linguagem bastante simples, por vezes até um pouco simples demais, chegando a roçar o infantil, é uma leitura bastante leve e envolvente que nos leva a ler linha atrás de linha sucessivamente. Gostei bastante do novo conceito de imortal e penso que poderá vir a ser uma saga bastante interessante. É sem dúvida, um livro para um público jovem.

Para quem gostar de romances sobrenaturais, vai conseguir apreciar bastante este livro com os seus novos conceitos. Quanto a mim, fiquei bastante curiosa com o que possa vir nos próximos livros, embora este não me tenha deslumbrado muito.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vc
Vc
11 anos atrás

Já há bastante tempo que ando para comprar este livro, mas estava com receio que se colasse muito à Saga Luz e Escuridão, que, para mim, é única! Lida esta opinião, acho que vou adquiri-lo rapidamente 😀

Vc
Vc
10 anos atrás

A Lua Azul está prestes a sair! Tenho grandes expectativas acerca do novo livro.

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide