Opinião: “O Novo Membro” de Bruno Franco

O Novo Membro

Bruno Franco

Editora:Corpos Editora

Nº de Páginas: 343

Sinopse:Nos arredores de Almada dava-se o primeiro passo para uma terrível e surpreendente fase em Portugal. Alex, uma pessoa bastante peculiar, desejava ardentemente ingressar numa determinada e também ela peculiar sociedade secreta, que estava ainda em crescimento, mas que tinha grandes ambições e potencialidades. O líder, Ferro, impôs uma condição: Alex teria de passar por uma missão muito perigosa e sangrenta, para provar a sua lealdade, coragem, inteligência e determinação. Era uma missão assustadoramente bem organizada, e eles sabiam que nem o aclamado detective Rodrigo Tavares seria capaz de os apanhar.

Durante a investigação, Rodrigo Tavares depara-se com um número escrito com impiedosas facadas numa das vítimas que o transporta para algo bem mais perigoso e grandioso do que à partida se supunha.

311

Este número aparentemente inofensivo escondia uma terrível verdade e fê-lo perceber que os assassinatos não eram aleatórios, e que o elo de ligação entre as vítimas, mestriamente escondido, revelava-se ser catastrófico para ele mesmo.

Num policial cheio de acção e emoção, e com a ajuda de dois agentes da PSP e do seu parceiro da PJ, Rodrigo perseguirá Alex até ao fim, e tentará fazer o que eles acreditam ser impossível até para o mais astuto e inteligente dos detectives portugueses.

Opinião:Esta leitura para além de bastante emocionante, acabou por ser, também, uma grande lição de cultura geral. No seu primeiro policial, Bruno Franco surpreendeu-me bastante pela positiva.

Com uma escrita segura, bem pontuada e sem falhas aparentes, o autor conseguiu construir uma teia firme de acontecimentos, muitas vezes, imprevisíveis. É um livro que se lê bastante bem, que nos prende à leitura e que quando damos conta já vamos quase a meio do livro.

Temos então duas personagens centrais, Rodrigo – a principal – e Fábio Costa – o companheiro de Rodrigo nas suas investigações. Quando estes se deparam com o primeiro assassinato, para além de Alex não ter deixado pista alguma, eles não conseguem ver motivo algum para tal ter acontecido. Até que Rodrigo tem um primeiro palpite que vai sendo posto à prova morte após morte.

O autor consegue realmente com que fiquemos baralhados com os acontecimentos e ansiosos por mais desenvolvimentos. Parece que, às tantas, já só queremos que aconteça a próxima morte para algo mais nos ser revelado.

Um aspecto que por vezes achei um pouco infantil, na minha opinião pessoal, foram algumas demonstrações de afecto entre os companheiros e o excessivo deslumbramento que por vezes Fábio demonstra por Rodrigo. O mesmo acontece com a dupla de policiais – agente Horta e Fonseca – que vão auxiliando estes dois detectives.

O romance que existe entre Rodrigo e outra personagem, está também ele bastante saudável, nada forçado ou exagerado e com uma pontinha de erotismo que assentou bastante bem.

Acima de tudo, achei que está aqui um bom policial para jovens/adultos, cuja escrita vai ficando mais madura ao longo do livro. Achei espantoso o que ele fez com a personagem Alex. Bastante imprevísivel e que me espantou imenso. Ele leva-nos a pensar algo sobre a sua identidade ao longo do livro todo e de repente, troca-nos as voltas todas.

O autor demonstra assim, um grande potencial e uma imaginação bastante criativa.

Justificando o porquê de achar que foi uma lição de cultura geral, posso dizer-vos que a base das premissas que o autor constrói para os assassinatos, é bem justificada e explicada, dando assim a conhecer bastante aspectos em relação a alguns factos que penso que muita gente desconhece. Levantando um pouco o véu, o que sabem vocês sobre os Ku Klux Klan e as suas motivações?

Mas mais não digo. Se ficaram curiosos, leiam o livro!

Fica aqui, então, uma nota bastante positiva para o autor que me parece bastante promissor. Com um fim que penso que ficou em aberto, fico na expectativa se o Bruno vai continuar a escrever nestes moldes com a mesma personagem principal.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
4 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bruno Franco
Bruno Franco
11 anos atrás

Fico muito feliz pelo teu comentário, Sofia! É muito gratificante quando as pessoas gostam do que escrevemos e também quando nos ajudam a ser cada vez melhores, como é o teu caso. Vou ter muito em conta os aspectos que apontaste que deveria melhorar, para que o próximo livro esteja ainda melhor. 🙂
Quanto à tua dúvida final, tal como disse no meu blog, nestas férias vou fazer uma revisão profunda ao 2º livro, que é precisamente a continuação d' "O Novo Membro". Vais ficar bastante surpreendida com este, acredita! Mas ainda falta muito até o publicar, porque ainda é bastante cedo.
Continua com o bom trabalho 😉

Morrighan
Morrighan
11 anos atrás

Olá Bruno!

Eu confesso que não sabia que já tinhas o segundo escrito! Mas sim, é bastante cedo para ser já lançado.

Dentro do que puder ajudar, conta comigo 😉

Pantapuff
Pantapuff
11 anos atrás

Ainda não pude adquirir este livro até porque de momento o meu quarto está a rebentar de livros e tenho ainda 4 por ler. No entanto já vi o blog desde "colega" e devo dizer que o livro me deixou curiosa. Assim que terminar tudo o que tenho em casa espero conseguir comprar este também.
^^
Continua a sugerir bons livros que aqui esta leitora assídua (apesar de pouco comentar) agradece.

Morrighan
Morrighan
11 anos atrás

Olá Pantapuff!

Obrigado pela tua visita e pelo teu comentário. Quando quiseres também me podes dar sugestões que sou toda ouvidos (neste caso olhos!)

Fui espreitar o teu blog e dei conta que já o tinha visitado. Qualquer dia temos que falar 😉

Sê sempre bem vinda!

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide