Mitologia Celta – Bran

Na mitologia celta Bran era o gigante que nenhum palácio ou navio podia abrigar e que tinha prazer em batalhas e carnificinas. Era filho de Lir (ou Llyr) e uma mulher mortal. Atravessou a vau o mar Irlandês e levou os gigantes de Gales para invadir a Irlanda. Estendido sobre um rio, o seu corpo gigantesco serviu de ponte para o seu exército passar. Possuía uma caldeirinha mágica onde ressuscitava os mortos. 

Harpista e músico, era o protector dos Bardos e dos Fili. Rei das legiões infernais, lutou para defender os tesouros mágicos que o filho  de Don queria roubar. Ferido por uma flecha envenenada, ordenou que lhe cortassem a cabeça a fim deabreviar o seu sofrimento; esta cabeça decepada continuou a conversar e a dar ordens durante 87 anos, tempo necessário para o seu transporte até à sepultura, numa colina de Londres. A cabeça cortada de Bran, voltada para o sul, prevenia a ilha de todas as invasões, mas o rei Artur, imprudente, mandou exumá-la tornando assim possível a conquista da Saxónia.

Associado aos corvos, Bran é o Deus das profecias, das artes, da guerra, da música e da escrita.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
7 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Anónimo
Anónimo
10 anos atrás

Adoro a mitologia celta! Adoro ler sobre ela! Boa curiosidade 🙂

Jojo
Jojo
10 anos atrás

Adoro estes teus posts. Este chamou-me particularmente atenção porque Bran é também uma personagem que gosto muito da Guerra dos Tronos de George R.R Martin e não é que têm algumas semelhanças!

Ah já me esquecia! Se quiseres ler o Crónica do Rei Poeta de Ana Cristina Silva apita! Mas tal como eu deve estar cheia de livros até aos cabelos!

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

v_crazy_girl, obrigado =)

Jojo, é verdade, tenho uns quantos para ler que não me posso escapar.
Bran penso que seja um nome utilizado na trilogia de Sevenwaters, no segundo livro, não é?
Claro que fazendo parte do nome do Blog já cá faltava um post sobre ele.
Dado que tanto ele como Morrighan estão associados aos corvos e à guerra, acho que faz mais que sentido =)

beijoca*

Rui Conceição Silva
Rui Conceição Silva
10 anos atrás

Olá Sofia. Apreciei bastante este artigo, pois descreve muito bem as características de Bran, um dos Filhos de Llyr. É bom existirem pessoas que se interessam pela mitologia celta. Não é à toa que temos traços dessa herança nos nossos genes.

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

Olá Rui,

É verdade. Dado que sou pagã e o meu panteão é o Celta, ainda é com mais carinho que abordo os seus deuses.

Confesso que toda a Mitologia em si me fascina. E por isso cá vou fazendo as minhas pesquisas. Se bem que por vezes encontro informação discordante e sem sentido. Tento fazer um post apenas quando acho credível a informação que possuo. Espero não andar a "enganar" ninguém.

Abraço

Vc
Vc
10 anos atrás

Gostei 🙂 Hoje em dia não existe muita divulgação sobre as mais diversas mitologias, o que é uma pena. São mais interessantes do que política, de certeza!

Gonzo
Gonzo
5 anos atrás
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!