Mitologia Nórdica – Deusa Frigga

Frigga, ou Friga, é a Deusa-Mãe da dinastia de Aesir na mitologia nórdica. Esposa de Odin e mãe (ou madrasta) de Thor, ela é a deusa da fertilidade, do amor e da união. É também a protectora da família, das mães e das donas-de-casa, símbolo da doçura.

Na Mitologia nórdica, era conhecida como a mais formosa entre as deusas, a primeira esposa de Odin, rainha do Æsir. Deusa do clã do Ásynjur, é uma deusa da união, do matrimónio, da fertilidade, do amor, da gestão da casa e das artes domésticas. As suas funções primordiais nas histórias mitológicas dos nórticos são como esposa e mãe. Mas tem também tem o poder da profecia, embora não diga o que vê, e seja a única, à excepção de Odin, a quem é permitido sentar-se no seu elevado trono Hlidskjalf e olhar para fora sobre o universo.

Participa também na Caça Selvagem (Asgardreid) juntamente com Odin. Os filhos de Frigga são Balder, Höðr e, a partir de uma fonte inglesa, Wecta; seus enteados são Hermóðr, Heimdall, Tyr, Vidar, Váli, e Skjoldr. Thor não se sabe bem se é seu irmão ou um enteado. O companheiro de Frigga é Eir, o médico dos deuses da cura.

Os assistentes de Frigg são Hlín (a deusa da proteção), Gná (a deusa dos mensageiros), e Fulla (deusa da fertilidade). Não é claro se os companheiros e os assistentes de Frigga são apenas outras formas de representação da própria Frigga.

De acordo com o poema Lokasenna Frigga é a filha de Fjorgyn (versão masculina da “terra,” cf. versão feminina da “mãe terra,” de Thor), a sua mãe não é identificada nas histórias que sobreviveram.

Acreditava-se que era detentora de uma enorme sabedoria, conhecendo o destino dos Homens, sem, no entanto, alguma vez o revelar.

É representada como uma mulher alta e majestosa vestida de penas de falcão e gavião, trazendo um molho de chaves no cinturão.

O seu nome tem várias representações (Frige, Frija, Fricka etc.) sendo também, por vezes, relacionada ou confundida com a deusa Freya.

Texto adaptado/modificado da wikipédia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rui Conceição Silva
Rui Conceição Silva
11 anos atrás

Um post muito bonito e esclarecedor sobre a deusa mais perfeita do panteão nórdico.
Gosto muito da Mitologia nórdica, que, apesar de muito comentada, contém muitas deusas quase desconhecidas. A deusa Frigga é uma delas, pelo que é muito agradável que todos saibamos um pouco mais sobre ela.

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide