“A Cultura Renova-se” – FNAC faz campanha no mínimo ‘chocante’

E pronto. Vi isto no facebook e fiquei ‘ligeiramente’ chocada. A Cultura Renova-se? Troque os ‘Maias’ pelo Crepúsculo? A BOLD?! Mas esta gente anda com a cabeça onde?

Sinceramente acho revoltante e no mínimo redutor. Trocar a nossa cultura, de provada qualidade, por um romance barato de vampiros? Estamos a falar de cultura, não de entretenimento. Este é sem dúvida um grande FAIL da FNAC…

É razão mais que suficiente para os portugueses se sentirem insultados. Uma falta de respeito pela literatura portuguesa, e não só, que até dá dó. Anda tudo louco.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
22 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Raquel
Raquel
8 anos atrás

Oi.
Quando vi a tua imagem fiquei chocada! Este pessoal anda todo doido!
Acho que o fundamental é que as pessoas leiam, independentemente de ser o jornal, a Meyer, o Nicholas Sparks, o Tolkien, o Saramago ou outro qualquer. O importante é ler! Devemos incentivar a leitura…mas não podemos "rebaixar" a literatura portuguesa!
Que absurdo!!! :s
A Fnac desceu muito na minha consideração…:s

Morrighan
Morrighan
8 anos atrás

É exactamente isso que eu penso!

Bruno Franco
Bruno Franco
8 anos atrás

Bem, estou super chocado!
Eu não sou apreciador dos maias, admito, mas tenho consciência da importância dessa obra para a cultura portuguesa e jamais isso me passaria pela cabeça. A fnac estar a querer trocar os maias por um livro de vampiros sem grande interesse, é ultrajante para todos os portugueses.. Que desilusão.

Morrighan
Morrighan
8 anos atrás

Bruno,

Eu gostei dos Maias. E sinceramente acho melhor que o Crepúsculo apesar de nem serem comparáveis dada a discrepância que existe entre os géneros das obras. Acho parvo, muito parvo isto que estão a fazer. Enfim

Vitor Frazão
Vitor Frazão
8 anos atrás

Okay, nem vou entrar no facto que o gajo que teve essa ideia no mínimo merecia uma belinha com barrote ornado de pregos.

Mas, que raio, se vão cometer alarvidades dessas ao menos façam-no dentro do mesmo género. Pelo menos seria mais lógico.

Morrighan
Morrighan
8 anos atrás

O título é que dá enjoo.. 'A Cultura Renova-se??????'

Liliana Gonçalves
Liliana Gonçalves
8 anos atrás

Olá. Não sei se tem alguma coisa a ver, mas no outro dia recebi a seguinte mensagem da FNAC: "Campanha de Trocas FNAC. Até 15/02, entregue Livros, CD e DVD usados que serão doados à AMI e receba vale 5€ para comprar novos. Consulte Condições na FNAC". Na altura interessei-me porque tenho algumas coisas que podia doar, não tanto pelo dinheiro mas para ajudar, mas não encontrei informações no site. Agora coloca-se a questão, esses exemplos de trocar os Maias pela Meyer foi só um exemplo de mau gosto para dizer doem livros antigos e comprem novos? ou é realmente imposição desta campanha? Por acaso gostaria mesmo de saber a resposta.

Unknown
Unknown
8 anos atrás

Nem consigo acreditar!!

Morrighan
Morrighan
8 anos atrás

Lili, é qualquer livro, se não estou em erro.

O problema aqui não é a troca de livros. O problema é sim, o título que eles propõem.

'Cultura Renova-se. Troque Maias por Meyer?'

Mas que raio de campanha é esta? Que cultura é que se está a renovar com esta troca? A da estupidez? A da burrice? A da ignorância? Todas juntas e ainda mais algumas.

Sara
Sara
8 anos atrás

Olá Sofia,

Gostava de saber se posso usar a foto da campanha para comentar o assunto no meu blog…é que também fiquei chocada!

cumps

Morrighan
Morrighan
8 anos atrás

Sara, claro que sim 🙂

Carla M. Soares
Carla M. Soares
8 anos atrás

A Inteligência Renova-se: Troque um Cérebro por uma ESPONJA DA LOUÇA.

Sara
Sara
8 anos atrás

Obrigado 😀

Morrighan
Morrighan
8 anos atrás

Vai-se lá entender o que passa na cabeça desta gente…

Unknown
Unknown
8 anos atrás

Esta campanha parece ridícula, porém faz sentido.
Acredito que quase ninguém veja esta proposta como a renovação da cultura, todavia, Portugal é um país que se tem vindo a tornar cada vez mais estrangeiro, principalmente no que se trata de literatura. E, para além disso, a tetralogia "Luz e Escuridão" foi das mais vendidas o ano passado e os filmes causam furor entre diversos adolescentes e mesmo adultos. Também não nos podemos esquecer que nem todas as pessoas da taxa etária jovem gostam de ler e, este fenómeno vampiresco, trouxe à imensa gente o gosto pela leitura, porque, pessoas que nunca haviam pegado num livro começaram a ler, apenas porque a obra estava na moda, contudo, pegaram num livro por gosto.
Conheço pessoas que compraram “Os Maias”, leram-no na obliqua e deitaram-no fora, não porque não gostaram do livro, mas porque não o iam ler novamente. Desconheço o que é que a Fnac pretende fazer com os livros adquiridos, no entanto, se existirem pessoas que não sabem o que fazer com a obra de Eça de Queirós e querem ler outro sem gastar nada, irão fazê-lo. Não vejo como é que isso renova a cultura, pois Crepúsculo não é um livro que instrua, mas sim que uma história que nos dá a conhecer uma rapariga desesperada por ter um namorado, com amigos que apenas enchem páginas, pois não são importantes para o desenrolar da história. Os Maias, que ainda não comecei a ler, mas que pretendo fazê-lo brevemente, segundo é um romance que nos faz rir e desejar ler mais, que nos instrui não só historicamente, porém, pessoalmente. Usando as suas palavras: “É um livro que vale a pena ler mais do que uma vez.”
Resumindo, a campanha não agrada àqueles que gostam de ler boas obras, porém, agrada àqueles que estão a descobrir o gosto pela leitura ou que gostam de romances adolescentes.
É uma boa iniciativa por parte da FNAC, contudo, seria melhor se o livro em troca não fosse “Crepúsculo”, mas sim um que nos levasse a ler mais e, principalmente, melhor. De preferência, que potencializasse a cultura literária portuguesa.

Beijos, NamelessGirl.

Morrighan
Morrighan
8 anos atrás

A campanha da fnac é 'levas um livro e dão-te um vale de 5€ independentemente do livro que entregas'

Ou seja, o vale não é só para esta troca, isto é um exemplo de troca. E ao ser usado como imagem de campanha, é uma valente estupidez. Não faz sentido, NENHUM!

'A Cultura Renova-se' ? Ai ai

Unknown
Unknown
8 anos atrás

A cultura pode-se renovar. Já a estupidez tem rasgos que a tornam única. Adiante.
Trocar Os Maias por Meyers. Trocar um clássico, uma obra que faz parte da nossa identidade por uns livros, não vou classificá-lo de outra forma porque não os li, meramente temporais e que daqui a meia dúzia de anos ninguém sabe o que são parece-me de uma parvoíce tão medonha e merdosa que só me apetece esmurrar não o idiota que teve a ideia mas o irresponsável que permitiu que esta chegasse a ver a luz do dia.
É um escândalo.
Já agora só mais um comentário relativamente a uma frase que uma antecessora escreveu:

«Conheço pessoas que compraram “Os Maias”, leram-no na obliqua e deitaram-no fora, não porque não gostaram do livro, mas porque não o iam ler novamente.»

Não sei o que me choca mais, a sugestão de trocar uma obra-prima por livros de conteúdo efémero ou a sua afirmação que conhece pessoas que deitam livros fora (Os Maias?!) porque não os tencionam reler.
Há-de me dizer onde fica o caixote do lixo dos seus amigos. Teria imenso gosto em fazer dele meu fornecedor.

Cumprimentos.

*Nightwish*
*Nightwish*
8 anos atrás

Fiquei sem ar quando soube desta fatalidade por telemóvel… Podiam ter escolhido tantos livros para por no lugar no "Crespúculo". O Eça deve andar a rebolar no túmulo por tão grave blasfémia ao ser comparado com uma história tão fraca. Acho uma óptima iniciativa trocar livros que já ninguém se interessa por eles com a finalidade de os doar a quem precisa mais deles, mas não se compara Eça com Twilight.
Btw, gostei muito de teu blog, vou passar a seguir =) O meu fica à espera da tua visita.
Bjs*

Sufocada
Sufocada
8 anos atrás

Acho absolutamente ridicula o exemplo que arranjaram para esta campanha.
Como leitora agrada-me muito poder levar livros que não leio e em troca receber 5euros que me ajudam a comprar um próximo, mas publicitarem em destaque, como exemplo que podemos trocar Literatura Portuguesa pelo Amanhecer… É patético!

Morrighan
Morrighan
8 anos atrás

André Nuno, Nightwish e Ca, concordo com os vossos comentários.

A questão é mesmo quase ridicularizarem e colocarem ao mesmo nível uma obra de Eça de Queiroz com uma obra ralé de adolescentes…

Já comentei isto em vários sítios, facebook e tudo. A conclusão é que a FNAC devia ter mais cuidado com quem tem à frente do marketing, porque isto não passa de ignorância e burrice.

Rosa Vermelha
Rosa Vermelha
8 anos atrás

Olá.
De facto, o título da campanha é absolutamente descabido e despropositado,face a serem estilos literários distintos. Não podemos de maneira nenhuma descorar a nossa literatura, até mesmo porque é das melhores coisas(senão mesmo a melhor)que temos, embora fosse de bom tom investir mais no género fantástico/fantasia. É mesmo de muito mau gosto propor algo tão ridículo quanto isto!

Li Menina Mulher
Li Menina Mulher
7 anos atrás
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!