DRUIDAS PLANTAM BOSQUE SAGRADO EM ALCABIDECHE

A plantação de espécies autóctones terá lugar no próximo Sábado de manhã no Centro de Apoio Social do Pisão

A Ordem dos Bardos, Ovates e Druidas (OBOD) organizou a Plantação de um Bosque Sagrado em Alcabideche, que se irá realizar amanhã, Sábado, 17 de Novembro, às 10h30 da manhã, no Centro de Apoio Social do Pisão (CASP).

Este evento integra-se no Programa de Plantação da Ordem, O Bosque Sagrado, e contará com a participação de diversos voluntários que irão plantar 48 pequenas árvores: 24 freixos e 24 urzes – ambas as espécies nativas do território português.

A plantação será realizada através de uma cerimónia druídica muito simples, com o objectivo de consagrar o espaço, honrar e respeitar o espírito do lugar e das árvores, para que este seja verdadeiramente um santuário sagrado que irradie paz, cura e harmonia.

Mais detalhes sobre a plantação na página da OBOD em www.obod.pt

SIMBOLISMO DO FREIXO E DA URZE

Segundo a Tradição, os antigos Druidas possuíam um alfabeto mágico chamado Ogham, que teria sido criado por Ogma (um deus irlandês) ou, segundo a tradição gaulesa, por Ogmios. Cada um dos caracteres deste alfabeto, para além da sua correspondência com o alfabeto latino, teria uma correspondência com um determinado tipo de árvore ou arbusto – isto se seguirmos a interpretação proposta pelo escritor Robert Graves no seu livro “A Deusa Branca”, publicado em 1948.

Assim, o freixo representa uma das árvores druídicas sagradas e simboliza a grande Árvore da Vida que liga os vários mundos visíveis e invisíveis (também conhecidos dos xamãs): o inferior, o médio e o superior. Na língua céltica é conhecido por Nion ou Nuin e corresponde à letra “n”. Segundo o escritor grego Hesíodo, o primeiro homem nasceu do freixo, e na mitologia nórdica esta árvore é conhecida como Yggdrasil, a Árvore do Mundo ou o Freixo Cósmico.

A urze está associada na mitologia celta à purificação e à cura, estando também ligada ao mundo das fadas. Na tradição escocesa, a urze é associada a Cailleach – a grande anciã. Este arbusto é conhecido em céltico como Ur e corresponde à letra “u”.

ACERCA DO PROGRAMAÇÃO DE PLANTAÇÃO DA ORDEM

Nos tempos antigos, os Bosques Sagrados eram lugares de refúgio e veneração para os Druidas. Dispostos no mundo natural como um templo ou uma capela, eles eram locais de refúgio espiritual: lugares para acalmar a mente, refrescar o espírito e dar conforto em alturas de aflição. Os Druidas de hoje continuam esta tradição de procurar clareiras tranquilas nos bosques e nas florestas, nos quais possam meditar e realizar cerimónias. E, para além disso, muitos Druidas contemporâneos estão a criar novos bosques sagrados – nos seus jardins, nas suas quintas ou em terrenos públicos.

Em 1988 a Ordem começou o Programa de Plantação “O Bosque Sagrado” – oferecendo apoio, aconselhamento e ajuda financeira aos membros da Ordem e às pessoas que queiram criar novos espaços sagrados por todo o mundo. Como resultado, foram plantadas milhares de árvores e centenas de bosques sagrados por todo o mundo. Estes bosques formam uma rede de santuários arbóreos – que irradiam paz e oferecem refúgio tanto à vida selvagem como à humanidade

Muitos destes bosques são pequenos santuários privados nos jardins dos membros, utilizando árvores nativas da terra em que são plantados ou – quando apropriado – árvores sagradas da tradição celta. Mas existem outros tipos de bosques que também podem ser plantados: como projectos comunitários, em escolas, que ajudem espécies de árvores em risco, ou que sejam santuários arbóreos dedicados à Paz ou àqueles que morreram. Gostaríamos de convidá-lo a juntar-se a este projecto. Mesmo que não tenha terreno, tempo ou dinheiro, há muitas formas de poder ajudar a criar esta rede de santuários por toda a Terra.

Se quiser encomendar uma cópia do opúsculo do “Programa de Plantação O Bosque Sagrado”, envie-nos um email.

PARA MAIS INFORMAÇÕES

Ordem dos Bardos, Ovates e Druidas (OBOD) | Plantação de Bosque Sagrado em Alcabideche | Programa de Plantação “O Bosque Sagrado”

CONTACTOS

Alexandre Gabriel – Editor

www.zefiro.pt | Email: info@zefiro.pt | Tlm: 914 848 900

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide