Opinião: O Diabo Também Chora (Predadores da Noite #12) de Sherrilyn Kenyon

O Diabo Também Chora (Os Predadores da Noite #12)

Sherrilyn Kenyon

Editora: Saída de Emergência

Chancela: Chá das Cinco

Sinopse: Sin, um antigo deus Sumério, era um dos mais poderosos do seu panteão… até à noite em que Ártemis lhe roubou a divindade e o deixou a um passo da morte. Durante milénios, o ex-deus convertido em Predador da Noite procurou recuperar os seus poderes e vingar-se de Ártemis. Mas agora tem peixes mais graúdos — ou demónios mais graúdos — com que se preocupar. Os letais gallu, que tinham sido enterrados pelo seu panteão, começam a despertar e estão famintos de carne humana. O seu objetivo: destruir a humanidade. Sin é o único que os pode deter… se uma certa mulher não o matar primeiro. E para quem apenas conheceu a traição, agora Sin terá de confiar numa pessoa que não hesitará em o entregar aos demónios. Ártemis pode ter roubado a sua divindade, mas outra mulher roubou-lhe o coração. A única pergunta é: irá ela mantê-lo… ou dá-lo a comer aos que o querem morto?

Opinião: Ao fim de doze livros de uma mesma série é incrível a capacidade da autora Sherrilyn Kenyon ainda nos surpreender e de nos agarrar à nova história que conta. Em O Diabo Também Chora, conhecemos um novo panteão, exploramos o passado do misterioso Acheron e ainda descobrimos mais algumas coisas sobre Ártemis e o que a motiva a ser como é.

Sin, o personagem principal deste volume, é um homem com um passado mais do que difícil em que a Traição era a ordem do dia. Foi traído por quase todos os que o rodearam, incluindo Ártemis. Agora que a humanidade está em causa por causa dos demónios sumérios e ele precisa de ser objectivo e preciso nas suas acções, o seu caminho é atravessado por Katra, também ela carregada de segredos, e esta chegou para lhe abanar todas as crenças e descrenças.

Com aliados improváveis e inimigos mais do que temíveis, O Diabo Também Chora é um livro cheio de acção, carregado de emoções, que vai colocar à prova até a mais temível das deusas. O enredo está muito interessante e gostei imenso da forma como a autora explorou os pontos fracos e fortes de cada um. É um livro mais virado para a parte sentimental e para a forma como as pessoas lidam com ela do que para o lado sensual, apesar de essa componente também estar presente.

A escrita da autora continua sem desiludir. A cada capítulo consegue que o leitor tenha vontade de ler deixando sempre em suspenso o que está para vir. A batalha final e o próprio fim acabam por ser um pouco previsíveis, mas não deixam de enternecer e de satisfazer o leitor mais romântico. A cada livro a série só melhora. Gostei muito.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!