Opinião: Anna e o Beijo Francês de Stephanie Perkins

Anna e o Beijo Francês

Stephanie Perkins

Editora: Quinta Essência

Sinopse: Anna Oliphant tem grandes planos para o seu último ano em Atlanta: sair com a melhor amiga, Bridgette, e namoriscar com um colega no cinema onde trabalha. Por conseguinte, não fica muito contente quando o pai a envia para um colégio interno em Paris. As coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um rapaz deslumbrante – que tem namorada. Ele e Anna tornam-se grandes amigos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Irá Anna conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?

Opinião: Mal pus os olhos em cima deste livro soube que tinha de o ler. Nem sabia bem porquê, não havia nenhuma razão estrondosa para a vontade que sentia. Talvez fosse pela capa diferente (desde já os meus parabéns à Quinta Essência por fugir às suas capas habituais, esta está fantástica) ou então pela promessa de uma história de amor passada em Paris. Sinceramente ainda hoje não sei o porquê do impulso, mas ainda bem que assim foi. Anna e o Beijo Francês foi uma leitura deliciosa.

Quando os pais de Anna a obrigam a ir estudar para França, ela não sabe como é que se há-de sentir. Por um lado quem dera a muitos conseguirem aquela liberdade toda logo aos 17 anos, mas por outro lado sente-se aterrorizada por se ir aventurar num mundo completamente desconhecido para ela sem qualquer cara familiar. O que ela não sabia é que ia viver uma história de amor arrebatadora ao nível do que uma adolescente consegue sentir e amplificar.

O enrendo está muito bem montado e estruturado. As personagens são divertidíssimas e fizeram-me recordar um pouco o que era o ambiente quando andava na escola secundária. Existem as meninas populares, os bullys, e ainda os inadaptados de uma alma artística fascinante. Adorei a forma como a autora nos conduziu por Paris através dos nossos protagonistas. Foi como se eu própria lá estivesse estado através dos seus olhos.

Quanto à história em si, é um romance de adolescentes, mas ainda assim uma história que encantará qualquer adulto. Tudo é sentido à flor da pele e tanto Anna como Étienne são encantadores nas suas inseguranças e imperfeições. A escrita de Stephanie Perkins é rápida e fluída, as descrições são maravilhosas e o ambiente transpira romantismo. Gostei particularmente da autora ter incluído na história um livro de Pablo Neruda. Os seus poemas são muito bons. Adorei.

I love you as certain dark things are loved, in secret, between the shadow and the soul.

– Pablo Neruda

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!