James Blake em dose dupla no Vodafone Paredes de Coura 2014

O Vodafone Paredes de Coura recebe o Mercury Prize de 2013, James Blake, no dia 23 de Agosto, em dose dupla, com um concerto no Palco Vodafone, seguido da curadoria do After Hours, no Palco Vodafone FM, acompanhado pelos companheiros do projecto 1-800-Dinosaur.

O prestigiado Mercury Prize, que distingue o melhor álbum inglês do ano, foi atribuído em 2013 a “Overgrown”, o segundo álbum de originais de James Blake. Talento precoce da electrónica, James Blake deixou a indústria, imprensa musical e público boquiabertos com o seu álbum de estreia, homónimo, lançado em 2011, no qual o dubstep e o R&B são reinventados, à força de cortar e injectar samples, num leque de influências que vai desde Burial a Stevie Wonder. James Blake vem mostrar no Vodafone Paredes de Coura porque passou rapidamente do estatuto de “menino prodígio da música urbana britânica”, para o de artista consagrado e justo vencedor de um Mercury Prize, para o qual, estavam nomeados David Bowie e Arctic Monkeys.

O projecto 1-800-Dinosaur nasceu a partir das festas de aftershow dos concertos da digressão americana de James Blake, em 2011. Em 2013, tornou-se numa noite regular no clube londrino Plastic People, juntando Dan Foat, o produtor inglês Airhead, Klaus, James Blake e o seu baterista Mr. Assister. O resultado da mistura de garage, dubstep e house encontra-se disponível no SoundCloud dos 1-800-Dinosaur.

O Vodafone Paredes de Coura decorre na praia fluvial do Taboão, nos dias 20, 21, 22 e 23 de Agosto. Os passes gerais podem ser adquiridos em BilheteiraOnline, Seetickets, Ticketscript e locais habituais (FNAC, CTT, Worten, El Corte Inglés), pelo valor de 80€.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!