[Música do Dia] «deus, pátria e família», de B Fachada – com Letra

Existem pessoas que se torna impossível não admirar. É pela postura, pelas afirmações, pelo ser destemido e não ter problemas em dizer o que pensa. Bernardo Fachada é uma dessas pessoas. O seu desprendimento das massas e das generalizações são um marco da sua personalidade. Existem duas afirmações suas com as quais me identifico absolutamente: “Estou sempre em conflito, com aquela sensação de insatisfação que não serena.” e  “Não sou guru de nada. Nunca fui um tipo fixe e isso não vai mudar. A face destrutiva do meu trabalho vai sempre afastar muita gente. O pouco que eu possa ter para ensinar não é, certamente, para mais que meia dúzia de amigos.”

Em 2011, lançou o disco “deus, pátria e família”, que consiste numa viagem de 20 minutos por várias temáticas, todas elas pertinentes, mas sem qualquer obrigação moral, o qual chamou à atenção de boa parte do público pelo seu lado revolucionário e rebelde. A letra, essa, nem sequer é preciso ser bom entendedor para a absorver. Simples, directa, despreocupada e realista – crua. Adepto do silêncio enquanto toca, dificilmente se consegue ficar calado com letras como esta, e é com ela que vos deixo agora. 

Faz sinal ao galo vencedor

Que esta dança é arriscada

Vai pela crista não vás num bom cantor

Que a cantiga está mal parada


Portugal está para acabar

É deixar o cabrão morrer

Sem a pátria para cantar

Sobra um mundo para viver

Chegam flores do estrangeiro

Já escolhemos o coveiro

Por mim é para queimar

Mas não quero exagerar


Não à glória nacional

Não á força não letal

Já não canto sobre amores

Nem me perco no recheio

É que em terra de amadores

Basta ter o pau a meio


Eu não sei português

E que se foda Portugal

Eu canto em fachadês

A minha língua paternal


Impotência cultural

Nem que fossem 100 Lisboas

Cidadão é animal

E eu faço isto é para pessoas


Estou farto de ser fraco

Vou lutar pela desordenação

É hora do boicote

Já não chega a abstenção

Chegar ali tem que doer

Tamanha a piça do poder

Comer no rabo de meninas

Nos herbívoros é que estão as vitaminas


Faz sinal ao galo vencedor

Que esta dança é arriscada

Vai pela crista não vás num bom cantor

Que a cantiga está mal parada


Eu não sei português

E que se foda Portugal

Eu canto em fachadês

A minha língua paternal


Partiste a cama

Gostas mais do chão

Se não fosse amor

Ninguém diria que é paixão

Dormir a meias

Já faz parte de acordar

Coisas feiras não vais ter que as procurar

Passo a tarde no piano

A trabalhar o desengano

A estrofe avança o refrão é para rezar

Que tu é que és a deusa deste lar


Faz sinal ao galo vencedor

Que esta dança é arriscada

Vai pela crista não vás num bom cantor

Que a cantiga está mal parada


Portugal vai rebentar

É deixar o cabrão sofrer

Sem a pátria para queimar

Há mais tempo para viver

Chegam flores entre as estrangeiras

Mas 3 tristes parideiras

Que venham cá curtir

Já que não há nada para partir


Não à força nacional

Não à glória não letal

Já não há cú para doutores

Que o pau fica-me sempre a meio

Que em terra de amadores

Basta ter algum paleio


Eu não sou português

E que se foda Portugal

Eu canto em fachadês

A minha língua paternal


Traz no colo uma missão

Fiz a cama dos teus pais

Passo a boca

Tiro a roupa

Nunca quis saber demais

Dás-me o outro lado

Para não estragares o penteado

Eu estou sossegado

Ninguém quer mais que ser um pai babado

Ninguém quer mais que ser um pai babado

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!