[7 Anos Blogue Morrighan] O Texto do Paulo Homem de Melo (Glam Magazine)

Se há coisa que estes sete anos de blogue me ensinaram é que mesmo estando sozinha por trás dele, dificilmente conseguiria ter chegado onde cheguei da mesma maneira. Foi crucial ir conhecendo pessoas maravilhosas que se dispuseram a uma palavra de apoio ou que ajudaram à exposição, mas o melhor de tudo foi ter acontecido sempre de forma natural, sem qualquer forçar de nenhuma das partes em nenhumas circunstâncias. E isso causa-me uma espécie de orgulho sossegado, quer dizer que as pessoas certas se vão juntando ao longo do tempo, sem necessidade de apressar nada. O Paulo Homem de Melo é uma dessas pessoas. Ele e a sua Sandra, que tive o prazer de conhecer pessoal no Festival Bons Sons deste ano. E à Erica, claro, dos trios familiares mais queridos! Tenho a dizer que a zona Press dos festivais não seria a mesma coisa se não os tivesse conhecido, eheheh! E mais, foi graças a esta ligação que se foi criando que pude ir ao Vodafone Mexefest e colaborar com a Glam Magazine com um texto. Como poderão ler pelo texto do Paulo, com o qual concordo a infinitos por cento, também eu acredito que junto conseguimos ir mais longe. Um grande abraço a toda a equipa da Glam e que continuemos a colaborar por muitos mais anos!

Conheci “virtualmente” a Sofia Teixeira e o Blog BranMorrighan em 2014. Desde logo chamou-me a atenção o dinamismo e a dedicação que tinha para com as suas publicações, principalmente na área da moderna música Portuguesa, pois é essa a vertente do meu trabalho.

Uns meses mais tarde conheci pessoalmente a Sofia num dos muitos eventos e festivais em que acabamos por nos cruzar e até conviver durante alguns dias.

Em Novembro de 2015 convidei a Sofia Teixeira para fazer a reportagem do Vodafone Mexefest para a Glam Magazine.

A Glam Magazine está desde o seu arranque aberta a colaborações, quer com outros meios, quer com blogs e outras publicações. Defendemos desde o inicio da Glam em Portugal que juntos conseguimos ir mais longe.

E por falar em Glam Magazine, recordo aqui o percurso da revista em Portugal….

A Glam Magazine chega a Portugal a 16 de Janeiro de 2014 (está a fazer 2 anos). Fruto de negociações com a Glam Magazine sediada em Nova Iorque, a revista, que foi buscar o nome à época “glam” da música, inicio dos anos 70 com influencias de David Bowie e Gary Glitter, arrancava em Maio desse ano com a primeira edição em formato digital. Era uma edição dedicada à Rita Redshoes, que tinha acabado de editar o seu último disco, onde se incluía a cobertura dos concertos de lançamento e uma entrevista com a artista.

Foi o arranque tímido, de uma publicação, alguns dirão mais uma, que chegava a Portugal. Durante o ano de 2014 a Glam Magazine marcou presença em mais de 300 concertos e festivais tendo publicado 6 edições digitais.

Em 2015 a Glam Magazine lança a versão online, estando presente, nesse mesmo ano, em todos os festivais e nos concertos mais marcantes, mas mais importante ainda, no apoio a novas bandas nacionais através de entrevistas, reviews dos discos editados em Portugal e também da divulgação sempre atualizada de informação cultural e musical em Portugal. Foram mais de 700 concertos que a equipa da Glam Magazine registou em 2015. Dezenas de entrevistas bem como a divulgação de novas bandas que surgem no nosso país. A Glam Magazine chega ao final de 2015 já como uma referencia junto de muitos artistas, e também de um público alvo que acima de tudo quer estar ao corrente da atividade musical e cultural em Portugal. Em Dezembro de 2015 o alcance médio diário das publicações chegava a 21.000 leitores.

Para 2016 o desafio é ainda maior. Com a “casa mãe” em Nova Iorque a apoiar, a Glam Magazine vai surgir em revista mensal, impressa, para ocupar o seu espaço no panorama da comunicação social em Portugal, até agora inexistente.

A Glam Magazine tem uma equipa profissional dedicada a 100% à revista e conta já com alguns colaboradores, quer na área jornalística, quer na fotografia.

Ao Blog BranMorrighan endereçamos os nossos votos de continuação por muitos mais anos e também o desejo de muitas futuras colaborações com a Glam Magazine, na pessoa da Sofia Teixeira, que “já faz parte também da nossa equipa” e claro está no coração da Glam Magazine.

PS: Vocês também já estão no meu coração e acredito que ainda vamos dar origem a coisas muito bonitas!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide