Em Maio, pela Bertrand: Pussy, de Howard Jacobson, um romance escrito na fúria da descrença

Pussy

Howard Jacobson

Género: Literatura / Romance

Tradução: Vasco Teles de Menezes

ormato: 15 x 23,5 cm

N.º de páginas: 216

PVP: € 15,50

ISBN: 978-972-25-3411-6

«Pussy», um romance escrito na fúria da descrença

Howard Jacobson, no seu melhor estilo, satiriza a política americana, em busca de uma explicação para a eleição de Trump

Nos dias que se seguiram à última eleição presencial norte-americana, Howard Jacobson, o autor de «Shylock é o Meu Nome» e de «J», escreveu «Pussy», um romance cómico que, segundo o autor, tem como objetivo, oferecer aos leitores «a consolação da sátira selvagem». Em resposta à vitória eleitoral de Donald Trump, Jacobson escreveu, em tempo recorde, uma ficção repleta de humor, no qual o vencedor do Man Booker Prize tenta dar sentido ao resultado eleitoral norte-americano. Ao deitar-se na cama a 8 de novembro, Howard Jacobson estava confiante que o teto não desabaria enquanto dormia. Ao acordar, porém, as notícias que o esperavam eram totalmente o oposto das suas expectativas. Donald Trump era eleito presidente dos Estados Unidos. Assoberbado por um sentimento de urgência, começou a escrever «Pussy» nessa mesma tarde. O título impôs-se quase imediatamente. Para Jacobson, a expressão «pussy» passou a definir na perfeição o atual presidente norte-americano: «uma criança idiota que não pragueja bem, não seduz com estilo, vangloria-se das suas conquistas de forma tão inexperiente que nem ele pode acreditar nelas». Um divertido livro que se junta à nuvem de críticas e sátiras que rodeiam o ainda curto e imprevisível mandato de Trump e que chegou às livrarias no dia 12 de maio. 

LIVRO

Pussy é a história do príncipe Fracassus, o herdeiro presumível do Grão-Ducado de Origen, famoso pelos seus arranha-céus e casinos dourados, que passa a infância a ver reality shows na televisão, a imaginar-se o imperador Romano Nero e a fantasiar sobre profissionais do sexo. É preguiçoso, arrogante, de pele fina e egoísta; não tem maneiras, nem curiosidade, nem conhecimentos, e é possuidor de poucas ideias, que se expressam através de um número muito limitado de palavras. Tendo tudo isto em consideração, será um líder adequado para tornar o país grande outra vez?

AUTOR

Howard Jacobson, de origem judaica, nasceu em Manchester, em 1945. Os seus romances centram-se nas relações e comportamentos da sociedade britânica, particularmente na componente judaica, o que já levou a crítica a considerá-lo o «Philip Roth inglês». Diz, no entanto, e em jeito de ironia, preferir ser conhecido como o «Jane Austen judeu». Em paralelo com a escrita, foi também professor de Inglês no Wolverhampton Polytechnic do West Midlands, no Selwyn College e na Universidade de Sydney. Participou igualmente em vários programas televisivos do canal britânico Channel 4.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!