[Diário de Bordo] Dureza, Aniversário e Leituras

Esta semana a coisa está brava! Na verdade, já está brava há alguns meses, mas por vezes o cansaço atinge-nos com toda uma outra categoria de nos querer deixar prostrados e de nos fazer querer desistir de umas quantas coisas. Bem me vão dizendo que qualquer dia caio para o lado, porém tenho este instinto que me faz querer sempre tentar mais uma vez. É muito difícil para mim desistir de um projecto no qual investi o suficiente para sentir que parte de mim está ali. Seja científico, cultural, pessoal, o que for. Por isso aqui estou eu, a escrever-vos numa pausa de uma tentativa de fazer mais um projecto acontecer, neste caso um artigo científico que tem que ficar pronto até Sábado. O prazo já foi alargado, não pode ser mais, mas nem vos passa pela cabeça o quanto tenho querido mandar tudo às urtigas. 

Com toda esta turbulência e atrasos, as coisas no blogue também andam a um ritmo lento. Queria já ter divulgado os cartazes das festas de aniversário do blogue, mas ainda não tive tempo para conseguir acertar todos os pormenores necessários. Ainda assim, queria que caso vocês conheçam projectos artesanais giros que se queiram juntar às comemorações do 9º aniversário do blogue, para enviarem mail para branmorrighan[at]gmail.com! Todos os anos gosto de fazer passatempos diferentes, sem ser só com livros ou discos, e este ano não é diferente. 

A nível de leituras terminei o Origem, de Dan Brown. Gostei do livro, o autor continua exímio na sua arte de prender o leitor, mas dado o que faço da vida – simulações em larga-escala para observações de fenómenos naturais – todo o enredo tornou-se bastante previsível desde o início. O final não me causou qualquer tipo de impacto ou espanto, mas foi giro ir acompanhando algumas teorias. Neste momento encontro-me com três livros em mão: O Diabo, o Relojoeiro e a Máquina dos Sacrifícios, da Topseller, que tem uma capa lindíssima e pelos primeiros capítulos promete; Retox, da Arena, estou a adorar a forma prática e eficaz com que a autora aborda o Yoga, a alimentação e a atitude mental, com truques e exercícios que até à secretária podemos fazer; e ainda Memória de Uma Cortesã, da Quinta Essência, há muito tempo que não leio nada a roçar o erótico, mas gostei da sinopse deste livro. 

E por hoje é tudo. Fiquem atentos que brevemente vão sair mais passatempos e opiniões! Ou assim espero eu, se não cair para o lado antes 🙂 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide