[Diário de Bordo] A realidade do multitasking

É extremamente porreiro conseguir-se ser multitasking, trabalhar em não sei quantas coisas em paralelos e poder intervir em várias realidades. Mas do que não se fala muito é das consequências que isso pode ter a longo prazo ou até no próprio presente. Encontro-me neste momento com várias situações pessoais pouco confortáveis, o que só de si já me chateia o juízo, e a verdade é que a Terra não pára de girar nem ninguém vai parar só porque os contratempos aparecem. Existe a proposta de tese para escrever, que sem concentração é como estar a dar tiros nos pés, a próxima festa de aniversário do blogue é já Sexta-feira no Porto, tinha planeadas umas quantas iniciativas para estes dias que não vou conseguir executar e ainda há outros compromissos, académicos e profissionais, que é preciso cumprir. O malabarismo com o tempo já é uma constante na minha vida, mas para o que nunca estou preparada é para a frustração de ver que o tempo não chega para tudo o que gostava de fazer. A questão aqui é que eu acho que não é o tempo que tem “culpa”, mas antes esta coisa que agora a sociedade para impingir que é fazer o máximo possível no menos tempo possível. Com as novas tecnologias o ritmo de actividades e de consumo aumentou tanto que tentar acompanhar esse ritmo é o mesmo que começar a traçar um caminho para a loucura. Muitas vezes obrigo-me a parar. Ao fim-de-semana tento manter-me o mais afastada possível do computador e da internet. Gosto imenso de fazer muitas coisas diferentes, as ao compasso que muitas são feitas parece que nem existe um verdadeiro saborear. Tudo isto para dizer que a actividade no blogue vai acalmar um pouco nos próximos tempos. Quero então terminar esta fase do meu doutoramento, que não posso mesmo adiar mais, e o aniversário do blogue vai ser fechado esta semana com a festa no Maus Hábitos. Faltam ainda alguns resultados de passatempos, mas ficará tudo divulgado ainda esta semana. Continuo a pensar em formas mais originais e pessoais de vos trazer conteúdo novo, mas isso também requer algum planeamento e dedicação. Conto convosco para se manterem desse lado e ficarem atentos às novidades! Beijinho e boa semana! 

Sofia 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide