[Diário de Bordo EuroSprint Tour ’18 – Fugly + Whales] Dia 4 – La belle Toulouse

Acordar em Capbreton rodeado de quatro músicos “bem-dispostos” e com vontade de fazer 4 horas comigo dentro de uma Van com destino à minha segunda casa Toulouse. Fizemos uma nacional com paragem pelo meio para almoçar, sempre com o tempo contado já que às 14:30h locais os Whales davam entrada na Euro Sprint Tour. Obrigado Ryanair!

Com a comitiva completa (8 chicos) avançamos para o centro da cidade onde o meu amigo/irmão Morgan aguardava por nós com vontade de beber umas cervejas e começar a fazer novos amigos Portugueses. Entre abraços de saudades e colocando conversas em dia passamos uma bela tarde até rumar ao Axis Musique, na periferia de Toulouse. 

Quando se faz uma tour, quando se anda na estrada nem tudo é um mar de rosas… Os problemas surgem e em tempo útil há que os resolver. Esta Venue que nos acolheu foi a ultima opção para podermos tocar e fazer a festa nesta minha cidade. A cidade está a sofrer o fecho de salas Underground por parte da policia o que faz com que as opções fiquem reduzidas. 

Em frente, o Axis Musique tem uma sala de concerto, salas de ensaios, um bar e dois proprietários simpáticos e com uma boa dose de humor. Por ser a primeira data da tour com as duas bandas os soundcheck’s prolongaram-se durante quase quatro infinitas horas, o jantar era servido sempre que se arranjava uma ranhura. 

Inicio dos concertos, com uma sala a querer ficar composta e um publico acolhedor com alguns portugueses amigos (de Monção) residentes em Toulouse a fazerem a festa entre copos de cerveja e vinho do Porto. Foi a primeira vez que vi Whales ao vivo e que me deixa com água na boca para perceber o processo criativo destes três jovens rapazes de Leiria. Este concerto deles foi bem conseguido que teve algumas caraterísticas especiais, foi o primeiro concerto que vi deles como já disse, foi o primeiro concerto da banda fora de Portugal em dia de edição de disco, brilhante não? Seguiu-se Fugly e ao meu terceiro concerto fiquei rendido à qualidade da banda, muito amor para este quarteto do meu Porto, que seguramente marcará regresso em breve a Toulouse. 

Chegado o final dos concertos o processo foi simples, desmontar, arrumar, montar o tetris e ir descansar num apartamento. 

Com o despertador apontado para às 9 da manhã, porque tínhamos de sair do apartamento, fomos fazer turismo pela cidade com o melhor guia local, Morgan. Entre feiras de velharias, café, croissants, lojas de guitarras e km’s a pé pelas ruas de Toulouse chegaram as 13h, hora apontada para embarcar para nova Cidade, Limoges no coração de França. 

Muito obrigado mais uma vez Toulouse e suas gentes e muito amor para o Morgan, vemo-nos em Julho, agora em Portugal! 

André Simões 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!