[DESTAQUE] Mastodon de regresso a Portugal – Sala Tejo da Altice Arena a 17 de Fevereiro 2019

Em Junho de 2017 eu estava prestar a partir para uma aventura. Ia viver para o Japão durante algum tempo. Um ou dois dias antes da minha partida, os Mastodon vieram a Portugal fazer a magia acontecer. Podem ler a reportagem desse dia, já escrita no Japão, aqui. É já em Fevereiro de 2019 que os grandes regressam. Para mim são das melhores, e mais completas, bandas que existem. Estão a marcar gerações e vão muito mais além da música. Conseguem conjugar letras fortes, imagéticas poderosas e sonoridades que se entranham na alma e que circulam em quem os ouve, qual energia vital. 

Digressão europeia começa a 14 de Janeiro em Belfast e termina a 17 de Fevereiro em Lisboa

Venda geral nos locais habituais: 26 de Outubro às 10H00

“Que os Mastodon sejam capazes de canalizar tragédias pessoais para a criação de uma obra de ficção científica sem cânones é espantoso, mas em Emperor Of Sand eles finalmente conseguem também concretizar as suas ambições musicais.” – Pitchfork

“O seu álbum mais ambicioso em muitos anos – os Mastodon são uma das bandas mais amadas do mundo.” – Rolling Stone

“A música de Emperor of Sand é uma afirmação emocional em si mesma. Fúria e criatividade coexistem, e a raiva, embora palpável, não é a única característica, nem sequer a dominante… metal que se eleva com autoridade e intelecto. Emperor Of Sand é mais um álbum impressionante dos Mastodon, que pode muito bem ser a banda mais importante do metal contemporâneo. ”- Wall Street Journal

Dois anos após a última actuação em Portugal, os Mastodon regressam à Sala Tejo da Altice Arena, a 17 de Fevereiro de 2019, para apresentarem o seu mais recente álbum, “Emperor of Sand”, que dá mote à digressão europeia que começa em Belfast e termina em Lisboa. Lançado em 2017, “Emperor of Sand” recebeu o GRAMMY® de 2018 pela “Melhor Performance de Metal” com o tema “Sultan’s Curse” e foi ainda nomeado na categoria de “Melhor Álbum de Rock”. Na primeira parte de todos os concertos desta digressão actuam Kvelertak e Mutoid Man. Os bilhetes, que têm um preço único de 30€, ficam disponíveis nos locais habituais, a partir desta sexta-feira, 26 de Outubro, às 10h00.

Os promotores de cada espectáculo desta tour europeia farão doações para uma de três instituições escolhidas pela banda: The TJ Martel Foundation, Hirshberg Foundation for Pancreatic Cancer Research e Pancreatic Cancer Action Network, em homenagem ao antigo manager da banda, Nick John, que faleceu de cancro do pâncreas. Mais detalhes em mastodonrocks.com.

Desde que se juntaram, em 2000, os Mastodon têm aproveitado ao máximo todo o seu tempo. Tocando em todos os grandes festivais, de Coachella ao Bonnaroo, passando pelo Download e Sonisphere, os quatro músicos oriundos de Atlanta encabeçaram também espectáculos em nome próprio em locais lendários como o Red Rocks e, pelo caminho, esgotaram salas em todo o mundo. Apoiados em actuações e álbuns de metal cerebral e progressivo, capazes de lançar sombras ameaçadoras sobre a cultura pop e fazerem a ponte entre a música pesada e o mainstream, Troy Sanders, Brann Daylor, Bill Kelliher e Brent Hinds são um caso raro no espectro da música pesada – os fãs adoram-nos, os críticos aplaudem-nos e os seus pares querem ser como eles. Somando já quase duas décadas de carreira, sete álbuns de estúdio, dois registos ao vivo, uma colectânea e mais de uma dúzia de EPs, splits e singles, os Mastodon têm mostrado saber exactamente como progredir sem nunca estagnar, afirmando-se como um daqueles nomes de que, por esta altura, ninguém espera outra coisa que não seja o inesperado. Das descargas de «Remission» e «Leviathan» à atitude consideravelmente mais directa e orelhuda de registos mais recentes como «Emperor Of Sand» e «Once More ‘Round The Sun», passando pelos exigentes exercícios conceptuais «Blood Mountain», «Crack The Skye» e «The Hunter», os músicos têm provado de forma consistente que, para cada lugar de destaque na tabela de vendas Billboard, para cada concerto esgotado ou para cada nomeação para os Grammys, há também uma colecção de grandes temas e sucessivas demonstrações de um talento sem igual.

Sobre Kvelertak:

Formados em Stavander, corria o ano de 2007, ao longo da última década os noruegueses Kvelertak conseguiram construir uma sólida reputação graças à sua performance ao vivo e assinaram três álbuns aplaudidos de forma unânime – «Kvelertak», «Meir» e «Nattesferd». Com a sua mistura de rock, punk e black metal, algo ao jeito de uns Turbonegro a fazerem versões dos Darkthrone num ensaio dos Refused, são garantia de actuações explosivas, alicerçadas em autênticos hinos para entoar em uníssono

Sobre Mutoid Man:

Formados por Stephen Brodsky (dos Cave In) e por Ben Koller (dos Converge e All Pigs Must Die), os Mutoid Man são, por seu lado, uma super-banda do underground norte-americano e, tendo em conta a qualidade dos dois álbuns que lançaram até ao momento, não deviam precisar de introduções. Focados na arte de encontrar o ponto de equilíbrio perfeito entre caos e ganchos orelhudos, o trio – que fica completo com Nick Cageao no baixo – apoia-se numa abordagem ambiciosa à guitarra e à secção rítmica, que alterna riffs roqueiros com espasmos matemáticos, e promete surpreender os mais incautos

Mastodon – Reino Unido e Europa 2019:

14 de Janeiro, Belfast, N. IRE, Ulster Hall

15 de Janeiro Dublin, IRE Olympia

17 de Janeiro Southampton, ENG Guildhall

18 de Janeiro Newcastle, ENG Academy

19 de Janeiro de Glasgow, SCO Academy

21 de Janeiro Leeds, ENG Academy

22 de Janeiro Birmingham, ENG Academy

24 de Janeiro Norwich, ENG UEA

25 de Janeiro, Londres, ENG Brixton Academy

26 de Janeiro Bristol, ENG Bristol Academy

28 de Janeiro Luxemburgo, LUX Rockhal Box

30 de Janeiro Wiesbaden, GER Schlachthof

31 de Janeiro Hamburgo, docas GER Hamburgo

02 de Fevereiro Copenhague, trem DEN Aarhus

03 de Fevereiro Oslo, NOR Spektrum

04 de Fevereiro Estocolmo, SWE Munchenbrewery

06 de Fevereiro Hannover, GER Capitol

07 de Fevereiro Oberhausen, GER Turbinenhalle

09 de Fevereiro Bruxelas, BEL AB

10 de Fevereiro Tilburg, HOL 013

12 de Fevereiro Zurique, SWI Komplex

13 de Fevereiro Paris, FRA Casino de Paris

15 de Fevereiro Barcelona, ​​SPA Razzmatazz 1

16 de Fevereiro Madrid, SPA La Riviera

17 de Fevereiro Lisboa, POR Sala Tejo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide