Opinião: Saga dos Otori de Lian Hearn

A Tribo dos Mágicos

A Saga dos Otori – livro 1

de Lian Hearn

Edição/reimpressão: 2003

Páginas: 2444

Editor: Editorial Presença

ISBN: 9789722330428

Colecção:Via Láctea

Sinopse

“A Tribo dos Mágicos” é o primeiro volume de uma trilogia brilhante – A Saga dos Otori – em que a história nos leva até ao mundo dos Otori. O jovem Takeo é obrigado a fugir da sua aldeia e a mudar de identidade por se ver envolvido num episódio com o ambicioso Iida, do clã Tohan. Takeo foi criado entre os Ocultos – um povo isolado e voltado para o desenvolvimento da mente – e possui poderes sobrenaturais como uma audição de grande alcance, a possibilidade de se tornar invisível, e estar ao mesmo tempo em dois lugares. Numa longa e tortuosa jornada Takeo irá conhecer a vingança e a traição, a honra e a lealdade, a beleza, a magia e o amor. Uma extraordinária obra de ficção sobre o inesquecível universo dos Otori. Traduzido em mais de vinte países, A Saga dos Otori – volume I – foi premiada com o New York Times Notable Book Of The Year e o School Library Journal’s Best Adult Books For High School Readers. Uma obra que já despertou o interesse cinematográfico.

O Desafio do Guerreiro

A Saga dos Otori – Livro 2

de Lian Hearn

Edição/reimpressão: 2004

Páginas: 256

Editor: Editorial Presença

ISBN: 9789722331319

Colecção:Via Láctea

Sinopse

Sucedendo-se ao primeiro volume desta trilogia intitulado “A Tribo dos Mágicos”, “O Desafio do Guerreiro” é um bestseller internacional, traduzido em mais de 30 línguas e agraciado com o New York Times Notable Book of the Year. Foi ainda considerado pelo jornal Times como «o romance mais envolvente publicado em 2002». Numa narrativa vibrante transporta-nos ao Japão onde reencontramos o jovem Takeo que vive um terrível conflito interior entre forças que se digladiam e que têm a ver com a honra, o dever e o amor. Por um lado, é agora por direito o herdeiro do poderoso clâ dos Otori; por outro, deve lealdade à Tribo e sabe que traí-la lhe custará a vida. Mas continuar com ela significa colocar os seus dons ao serviço da crueldade e da injustiça e a renúncia ao amor por Kaede. Conseguirá a Tribo afastar Takeo do seu destino? E Kaede, como poderá desposar outro homem depois de ter conhecido uma noite de amor nos braços de Takeo? Uma excepcional epopeia pelo reino da fantasia.

As Cinco Batalhas

A Saga dos Otori – Livro 3

de Lian Hearn

Edição/reimpressão: 2004

Páginas: 288

Editor: Editorial Presença

ISBN: 9789722332408

Colecção: Via Láctea

Sinopse

O mundo que Lian Hearn criou em “A Saga dos Otori”, um Japão medieval imaginário, valeu-lhe – pela beleza depurada da escrita e dos cenários evocados, pela força impetuosa da narrativa, pelo fascínio das suas personagens – o prestigiado Prémio Peter Pan 2004. É a distinção literária sueca para escritores estrangeiros e foi atribuída ao primeiro volume desta trilogia – “A Tribo dos Mágicos”. No momento em que nos aproximamos das páginas finais desta obra, somos invadidos pelo anseio de conhecer os destinos dos protagonistas, mas também pela nostalgia de nos despedirmos definitivamente do seu convívio. Sendo o mais intenso dos três livros, “As Cinco Batalhas” faz-nos penetrar mais profundamente neste universo de uma beleza tumultuada, enredado nas complexas teias de intrigas, traições e lealdades, de ódios insanos e amores abissais, de forças ocultas e mistérios insondáveis, de batalhas sangrentas e vinganças há muito desejadas. Takeo e Kaede lutam por cumprir as missões a que se sentem destinados, mas todos, ou quase todos, parecem conspirar contra eles. Poderão os dois jovens ter esperança num tempo futuro de prosperidade e amor? O que mais desejam é poder ouvir o som melodioso e raro do houou, o pássaro sagrado da lenda, ecoando, livre, nos céus dos Três Países finalmente apaziguados. Poético e profundo, o reino dos Otori reúne um portentoso misto de ecos literários – do drama shakespeareano, à lenda arturiana e à magia das histórias de samurais – que o torna absolutamente inesquecível.

Opinião:No início quando me emprestaram esta saga para ler, eu não sabia muito bem o que esperar. Nunca fui grande conhecedora da cultura japonesa e pensava que me ia enfiar num grande barrete. Estava redondamente enganada. Apesar de toda a minha ignorância quanto à cultura japonesa, esta saga conseguiu ser excelente na sua descrição para além de todas as emoções que trouxe. Confesso que o meu livro preferido foi o segundo pois acho que foi onde a acção de toda a saga se passou de forma mais coerente e emocionante. Achei o primeiro livro uma boa introdução a toda a trama que a saga traz mas achei o terceiro livro demasiado cheio de pressa… Não é que não tenha gostado, apenas mal deu para saborear todo o decorrer da acção.O que mais gostei nesta saga foi a constante batalha entre o que está certo e errado e ainda o que é correcto. Os valores como honra, lealdade, amor e honestidade estiveram bem patentes nela tal como a realidade da traição, maldade e desonestidade.Espero poder ler o 4º brevemente e que o 5º venha a ser lançado em Portugal.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
5 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alice
Alice
11 anos atrás

Olá Morrighan,vi o link para o teu blog lá no forum da bang – sou a meligrana – e decidi vir dar uma espreitadela. Gostei bastante, bom trabalho. Quanto aos Otori…já sabes que há um 4º volume desta saga? Foi lançado à posteriori; inicialmente havia apenas a ideia de uma triologia mas depois a história estava boa de mais, o público tinha aceite muito bem a obra, enfim… Não acho o "Voo da Garça" tão bom como qualquer um destes três iniciais mas soube-me bem rever os personagens e descobrir o que veio a seguir.
Boas leituras

Morrighan
Morrighan
11 anos atrás

Olá Alice!

Obrigado pelos elogios e pela tua opinião =)

Sei que há um quarto livro sim, e confesso que até o acho demasiado caro comparando com o resto da saga. Tenho um "afilhado" meu da faculdade que me vai emprestar o quarto livro, a ver vamos se vou gostar!

Boas leituras para ti também =)

Vitor Frazão
Vitor Frazão
11 anos atrás

Concordo plenamente com a Alice, apesar do 4º livro não ser de se deitar fora, como fãs da triologia original dar-me-ia por satisfeito que se esta tivesse terminado com o "As Cinco Batalhas".

Anónimo
Anónimo
11 anos atrás

como poder dizer mal do 4º volume ignorantes, o 4º volume é muito importante para perceber a saga, ja no terceiro a autora deixava um final mal acabado

Vitor Frazão
Vitor Frazão
10 anos atrás

Qual é o mal de deixar o final em aberto? O que é que ficou por perceber?

Nem sempre precisamos de saber o que vem a seguir.

Não obstante, felizmente que o quinto livro é uma prequela.

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide