A Canção da Lua


A canção da Lua
(por D. J. Conway, o Livro Mágico da Lua)
Ergo meus braços saudando,
Enquanto ela desliza pela noite,
A Lua dos Mistérios redonda,

Disco luminoso, de prata cintilante.

Meu espirito atende ao Seu chamado,
E deseja ter asas para voar,

Para que eu possa buscar Seu santuario sagrado,
Do qual o céu é simbolo.

Um lugar de segredos ocultos,
De antigos mistérios sagrados,

Um lugar que em outras eras conheci,

E de sabedoria em templos calados.

Esforço-me para tentar lembrar,
Tudo o que antes aprendido eu teria,
Os Segredos esquecidos da Lua,
A Deusa de toda a sua Sabedoria.

Apesar de meus braços voltados para o céu,
Ouço Sua voz em meu interior, e sigo nesta direção.

Desvendo o labirinto interno,
Confiando em minha opção.

“Não busque no exterior, mas sim no fundo do seu Eu”
Diz a voz suave e clara.
“Mantenha sua fé em mim pelos treze meses,
do ano Sagrado da Mãe”.

Eu a observo através de Seus ciclos,
Como ja fiz em vidas passadas,

E sigo Sua trilha enluarada,
Que à porta secreta interior me conduz.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!