As Sete dádivas do Druidismo

  1. A primeira dádiva é uma filosofia que salienta o carácter sagrado de todas as formas de vida, bem como o nosso papel nessa grande obra que é a Criação. Promove uma preocupação apaixonada com a preservação e protecção do ambiente e oferece uma cosmovisão que é ecológica, geocêntrica, pragmática, idealista, espiritual e romântica. Não separa o espírito da matéria, oferecendo assim uma espiritualidade que não exclui os sentidos e que celebra a vida física.
  2. A segunda dádiva coloca-nos novamente em contacto com a natureza e com um conjunto de práticas que nos ajuda a sentirmo-nos novamente em comunhão com ela, com os nossos antepassados, com os nossos corpos e com o nosso sentido de espírito, através do trabalho com plantas, árvores, animais, pedras e histórias antigas. Existem oito celebrações sazonais que nos ajudam a acertarmos os nosso ritmos com o ciclo natural e que nos ajudam a estruturar as nossas vidas ao longo do ano, bem como a desenvolver um sentimento de comunidade com todos os seres vivos.
  3. A terceira dádiva traz-nos a cura com práticas que promovem não só a cura em si mas também o rejuvenescimento, usando métodos espirituais e físicos de uma forma holística para promover a saúde e longividade.
  4. A quarta dádiva mostra-nos a vida como sendo uma viagem com rituais de passagem: o abençoar das crianças e a atribuição de um nome às mesmas, o casamento, a morte e outras épocas de iniciação, sempre que é útil assinalar a nossa passagem de um estado para o outro, quer ritualística quer simbolicamente.
  5. A quinta dádiva abre-nos para novas realidades, através de técnicas de exploração de outros estados de consciência, de outras realidades, do Outro Mundo. Algumas dessas técnicas são também utilizadas por outras tradições espirituais e incluem a meditação, a visualização, as viagens xamânicas e a utilização de cerimónias, música, cânticos e saunas, radicando todas elas numa imagética e tradição especificamente célticas e druídicas.
  6. A sexta dádiva desenvolve o nosso potencial. O Druidismo, tal como
    é praticado hoje em dia, oferece um caminho de auto-desenvolvimento que incentiva o nosso potencial criativo, bem como as nossas capacidades psíquicas e intuitivas, promovendo o nosso crescimento intelectual e espiritual.
  7. A sétima dádiva é a dádiva da magia. O Druidismo ensina a arte de como podemos abrir-nos para a magia de estarmos vivos, a arte de como podemos trazer ideias para a realidade e a arte de buscar a sabedoria, a cura e a inspiração.


O Mistério dos DruidasPhilip Carr-Gomm

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!