Opinião: Eden, O Reinado dos Céus de Bruno Pereira

Eden, Reinado dos Céus

Bruno Pereira

Editora:HM Editora

Sinopse:Em Cethrum, morada de Deuses, o reinado de bom Daryö chega ao seu fim, dando o seu lugar a um novo Deus Maior. No reino terreno de Aguëda, o tirano Däalberg, semeia a crueldade e o terror entre os seus súbditos. Entretanto, Sörlumum, rei dos Demónios, espreita a oportunidade de estender o seu manto do Mal aos Céus… e a Terra…

Na pequena aldeia de ÄquaSanta, desconhecendo as mudanças que se avizinham, a jovem Éden, sob o olhar angustiado de seus pais, prepara-se para uma vida de servidão ao Rei Däalberg.

Éden – Reinado dos Céus, deixará o leitor absorvido neste mundo de fantasia, onde como nunca, a eterna luta entre o Bem e o Mal entrou no seu auge…

Opinião:Este pequeno livro, de apenas 84 páginas, lê-se de uma só vez. Com uma escrita cheia de acção do princípio ao fim, com alguns momentos de suspense pelo meio, e bastante cativante, este autor acabou por ser uma agradável surpresa.

Eden, o Reinado dos Céus, é um livro onde a luta entre o bem e o mal é constante, onde é-nos posto em prespectiva todas as atitudes do ser humano e o porquê de serem assim. São-nos apresentados todas as partes do mundo deste livro, imensas personagens de cada parte desse mundo e a acção nunca cessa.

Gostei bastante do mundo criado pelo Bruno Pereira. Achei a divisão dos seus constituintes bastante organizada e lógica. O conceito geral do livro, está bastante bem concebido e a história prende-nos bastante à leitura, havendo sempre aquela curiosidade constante de saber o que vai acontecer a seguir.

No entanto, de um momento para o outro vemo-nos transportados para outros cenários sem que os acontecimentos que a isso levaram, nem sempre estivessem bem justificados. À medida que vamos lendo o livro, parece que alguém carregou no botão “para a frente” e vemos tudo a acontecer depressa demais.

Ponteneus, o novo Deus Maior, é uma das personagens que mais nos provoca a sensação de “soube a pouco”. Pareceu demasiado fácil tudo o que levou a que ele tomasse certas atitudes. E sendo uma das personagens principais, penso que merecia um pouco mais de desenvolvimento. Pouco conhecemos do seu passado, a não ser que é um dos maiores guerreiros de Cethrum e que isso o leva a ser o novo Deus Maior.

Eden, a personagem que deu nome ao livro, foi outra personagem de quem eu gostava de ter sabido mais. E em paralelo com Eden, temos Brigit, em que tudo também nos é revelado de repente. Estas duas últimas personagens, que são cruciais para a continuação da trama, ganham importância muito de repente e de forma um pouco brusca.

Sendo um livro que gostei bastante de ler, ficou-me o “saber a pouco”. Penso que o autor podia ter dispendido um pouco mais tempo em algumas descrições, num maior desenvolvimento de algumas personagens, não sendo tão impaciente no decorrer de toda a acção. E apesar de adorar livros com bastante diálogo, como é o caso deste livro, ficaram a faltar alguns elos de ligação.

Acho que o autor tem tudo para progredir e que vale a pena mantermo-nos atentos ao seu trabalho.

Se vale a pena ler? Vale. Não tenho dúvidas disso e vou ficar à espera que saiam os próximos livros da trilogia.

Deixo-vos aqui o Booktrailer do livro para aguçar a vossa curiosidade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
3 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
d311nh4
d311nh4
10 anos atrás

Quantas páginas tem o livro e onde o posso arranjar?

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

O livro tem 84 páginas (acho que escrevi isso na opinião =P) e podes arranjá-lo aqui:

http://www.hmeditora.com/loja.html?page=shop.product_details&flypage=flypage.tpl&product_id=878&category_id=431

Não sei se há em mais algum sítio…

Bruno Pereira
Bruno Pereira
10 anos atrás

Antes de mais obrigada pela critica, bem elaborada e que só me ajuda a crescer Sofia :).
Quanto aos locais de venda penso que no site diz, sei que no Porto e em Lisboa encontra.se em algumas livrarias.

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!