Opinião: “A Lenda do Cisne” de Jules Watson

A Lenda do Cisne

Jules Watson

Editora: Bertrand

Nº de Páginas: 620 (Não sei onde é que a wook foi buscar as 380)

Sinopse: Um druida profetizou no momento do nascimento de Deirdre que ela seria a mais bela mulher depois de Helena de Tróia e que, devido a essa maldição de beleza, os homens lutariam por ela e o reino seria dividido. Criada na floresta, em reclusão, Dreide não recebe qualquer visita a não ser a do rei cujo desejo em que ela se torne sua mulher tornar-se-á numa obsessão. Baseado num célebre mito irlandês, a história de amor entre Maeve – a rainha guerreira – e os seus desamores.

Opinião: Um livro mágico, sedutor, intenso e de uma descoberta avassaladora. Lê-lo foi como mergulhar num mundo paralelo, mitológico, com heróis e vilões, um mundo onde os druidas ainda existem e são a classe mais respeitada entre os homens, onde as sacerdotisas são ouvidas e veneradas, um mundo que se pensa que em tempos existiu e que desapareceu.

A escrita de Jules Watson conquista-nos desde cedo. Apesar de a história se passar em tempos arcaicos da nossa civilização, a escrita é simples, sem rodeios, mas ao mesmo tempo quase romântica. Oscilando entre momentos de grande acção e outros de pura paz, nunca nos cansamos de virar as suas páginas. Deste género literário, as autoras mais famosas são Juliet Marillier e Marion Zimmer Bradley e, embora possamos cair na tentação de compararmos A Lenda do Cisne com alguma obra destas autoras, penso que a escritora conseguiu conquistar uma identidade bastante própria.

À primeira vista, pode parecer uma obra como tantas outras. Há uma “donzela” cobiçada pelo rei que não quer casar com ele, há um jovem que se predispõe a ajudá-la e parece que vão cair na inevitabilidade de se apaixonarem, que vão aparecer dificuldades extremas em que apenas o amor os vai manter unidos, etc, mas nada do que parece é. A nossa pulsação acelera bastantes vezes, ansiamos por acontecimentos que muitas vezes se mostram surpreendentes e não aquilo que estávamos à espera. É este mistério criado à volta do desenlace que tanto nos vicia e torna a leitura compulsiva.

Nesta história temos um rei, Connor, que foi coroado não por ser um guerreiro, como tradicionalmente, mas pela sua inteligência. Para servir o reino há um grupo de guerreiros denominado de Red Branch onde o elo que os une é tão forte que em batalha eles lutam como um. A Fonte percorre-os e eles têm capacidades que nenhuns outros guerreiros de Erin e arredores têm. Deste grupo do Red Branch, faz parte o grande guerreiro mitológico Cuchulain, o seu mais leal amigo Ferdia e os três filhos do antigo rei Usnesch – Taisin, Ardan e Ainlin. E é quando o rei decide desafiar a profecia, ao querer casar com Deirdre (para provar que ainda é viril e que pode gerar mais sucessores), que tudo descamba.

Deirdre é uma personagem que me é muito querida. É uma lutadora, uma sem dono, mas com uma capacidade de entrega extraordinária. Tendo sido instruída por uma sacerdotisa, desde cedo ela revela um grande dom para as artes druidas. Toda a sua descoberta do que ela realmente é, é mística e poderosa. Nunca o seu futuro poderá ser determinado por uma profecia à sua nascença ou por qualquer homem. Ela tece o seu próprio futuro. Mas nem ela poderia prover o seu desfecho.

A história de amor aqui presente é transcendente. Como é que poderei caracterizá-la sem parecer demasiado cor-de-rosa? Porque acreditem, não o é. Por vezes sorrimos, outras vezes ficamos com aquele aperto na garganta em que, para gente mais sensível, até as lágrimas poderão aparecer. No entanto, é uma prova de que não há cobiça, luxúria, maldade e até mesmo insanidade suficientes que o possam trespassar.

Jules Watson conquistou um lugar na minha prateleira. Recomendo vivamente a obra a quem gosta das autoras que referenciei acima e principalmente a quem gosta de uma boa história que envolva mitos celtas e irlandeses e druidas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
12 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Patrícia Cálão
Patrícia Cálão
10 anos atrás

Estava a pensar pôr este livro de lado por achar demasiado caro. Mas depois da tua opinião, volta para a minha wishlist. 😉

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

Eu gostei bastante, mas sim, fui ver o preço (o meu foi oferecido) e sou da opinião que é demasiado caro…

O que eu aconselho é esperar pelas promoções ou ir rondando leilões onde por vezes aparecem a metade do preço.

Beijoca*

Adeselna Davies
Adeselna Davies
10 anos atrás

Vou comprar a versão inglesa, que só custa 8€30 e o facto de ter formato de bolso serve para levar na carteira, para ler nos transportes 🙂

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

Compensa, sem dúvida. E os portes no BD são grátis..

Jojo
Jojo
10 anos atrás

Ai, tu és impossível!!!
Opiniões destas são tentadoras… Estava de olho nele desde que saiu e agora tu fazes-me isto!:P

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

Oh Jojo!!
Eu adorei o livro e quando gosto.. Quase que é difícil conter-me e dar uma opinião sem levantar muito o véu.. Foi uma grande surpresa para mim, até porque nem foi dos primeiros em que peguei nas férias. A princípio achei que ia ser mais JM ou MZB, mas não.
Houve um lado da escrita dela, decisões que ela tomou que me agradaram.Depois de leres digo-te o que foi. Não posso dizer senão faço demais =P

Beijoca e se quiseres já sabes que te empresto, é só pedires*

Cláudia
Cláudia
10 anos atrás

Por acaso a tua critica a este livro chamou-me bastante a atenção, já que sou fã deste tipo de romance fantástico, infelizmente o preço na bertrand não é muito sedutor para o meu bolso, mas sem duvida, está na minha wishlist. 🙂

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

Olá Cláudia,

Se não tiveres problemas em ler em inglês, na BookDepository o livro está a 8,50€ e os portes são grátis.
Beijinho.

Rakel
Rakel
10 anos atrás

Adoro este tipo de livros… vou começar á procura deste assim que conceguir. O preço é que vai ser um pouco caro (e não sou assim tão boa a Ingles para comprar o livro de bolço) por isso acho que tenho de ir a procura de promoções e nos super mercados fica sempre mais barato.

Jokitas

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

Espero que hajam boas promoções para breve =) Nem que seja no Natal!

beijoca e obrigado pela tua visita!

Elphaba
Elphaba
10 anos atrás

Eu também fiquei super curiosa para ler, ainda nem vi o preço mas tenho uns descontos para utilizar na minha conta fnac.online e acho que vou aproveitar.

A historia parece realmente linda… Bom post **

Vc
Vc
10 anos atrás

É pena que estes livros sejam tão caros… Mas vale bem o dinheiro gasto! A história é linda! Acho que não consigo esperar por uma promoção 😛

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!