Poema: ‘Palavras Vagabundas’ de Xico Mendes em Palavras Nossas

Numa outra vida eu quero ser um livro

Um simples livro, sem palavras rebuscadas

Não quero ser livro numa estante aborrecido

Quer ter as lombadas já gastas e usadas

Quero conter mensagens de sonho e emoção

Palavras de esperança, ideias de ternura

Quero ser lido com avidez e com paixão

Ser meditado sempre após cada leitura

Quero ser voz de uma escrita sem rodeios

Quero ser o grito das gargantas destemidas

Quero dar a confiança de um abraço amigo

E, como luz de farol num denso nevoeiro

Quero reacender esperanças já perdidas

Quero ser a praia, ser porto de abrigo.

Xico Mendes em Palavras Nossas (Esfera do Caos, 2011 p.327)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide