Opinião: ‘Sopro do Mal’ de Donato Carrisi

Sopro do Mal

Donato Carrisi

Editora: Porto Editora

Sinopse: Seis braços enterrados. Seis crianças desaparecidas. Um serial killer brilhante e monstruoso, que instiga outros a matar por si.

O criminologista Goran Gavila e a sua equipa de investigação são chamados a intervir, procurando descobrir um assassino que parece pô-los constantemente à prova.

Mila Vasquez, investigadora especializada em encontrar pessoas desaparecidas, entra em cena e junta-se à caça do homicida. Mas cada passo que dá é, na verdade, controlado por uma mente genial e implacável. Tudo se passa como um diabólico jogo de dominó, como se o Mal trouxesse consigo uma mensagem…

Opinião: Depois de uma leitura maravilhosamente aterradora pelas páginas de ‘O Tribunal das Almas‘, do mesmo autor, fiquei cheia de curiosidade de ler a sua primeira obra, Sopro do Mal. Penso que este é um daqueles casos raros em que o autor dificilmente consegue superar a sua primeira obra. Gostei imenso d’O Tribunal das Almas, mas Sopro do Mal tem uma carga tão intensa e pessoal que é impossível ficar-lhe indiferente.

O enredo que o autor vai construindo ao longo do livro é intrigante e inquietante. As personagens e a forma como vamos descobrindo que estão ligadas, deixam o leitor ansioso, ávido por saber ainda mais. A nossa mente fervilha e é irresistível deixarmos de supor tudo o que ainda está para vir.

Donato Carrisi faz uma análise da mente e motivações humanas demasiado reais para querermos admitir que, de facto, o ser humano consegue ser capaz das coisas mais bárbaras, seja por motivos incompreensíveis ou porque pura e simplesmente de um momento para o outro colapsam e os seus instintos assassinos emergem para nunca mais voltarem a serem reprimidos.

Sopro do Mal é uma obra brilhante, mas ao mesmo tempo perturbadora. Quando começamos a entrar na cabeça dos personagens, somos surpreendidos com as reviravoltas e com o que parecia que era, mas afinal não é. O desfecho do livro deixa o leitor zonzo e até um pouco triste. Sou sincera, houve parte das resoluções de que não estava nada à espera e o fim em si deixa bastante por onde divagar e imaginar sobre o futuro de certas personagens.

A escrita do autor é apaixonada e viciante. Em certas alturas da história fica impossível parar de ler. Gostei imenso.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bruno Franco
Bruno Franco
8 anos atrás

O Sopor do Mal é um dos meus livros favoritos de sempre! 😉

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!