Poesia Aleatória #1 – Fernando Pessoa

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.

― Fernando Pessoa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
3 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Paulo Póvoa
Paulo Póvoa
8 anos atrás

Dispo-me do tempo ilusório
Visto-me para um novo recomeçar
Saio do caminho já previsto
Para algo novo alcançar
..
Avanço além do que penso
Descubro como ultrapassar os medos
Vejo coisas inimagináveis
Sinto sentimentos soberbos
..
Não me deixo ficar pelo que sou
Mas vou além do que posso ser
E quanto mais vou por este caminho
Mais de mim fico a saber

Morrighan
Morrighan
8 anos atrás

Paulo Póvoa, muito obrigada pela partilha. Lindíssimo!

Trebaruna
Trebaruna
8 anos atrás

Adoro Fernando Pessoa, ele era de uma lucidez extraordinária!

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide