Ervas Mágicas – Artemísia

Regente Planetar: Vénus | Elemento: Ar

A Artemísia é uma planta herbácea perene de raízes lenhosas e é nativa das regiões de clima temperado da Europa. Em Portugal pode ser encontrada na região do Norte Litoral e na Beira Interior. A sua floração dá-se entre os meses de Julho e Setembro, mas as suas folhas são a parte da planta geralmente utilizada.

Há registos da utilização da artemísia desde tempos antigos: a deusa Artémis, que supostamente terá estado na origem do seu nome botânico, terá usado esta erva para socorrer as mulheres no trabalho do parto. Em The Physicians of Myddfai, uma compilação escocesa de remédios herbais do século XIII, explica-se que, caso uma mulher esteja com dificuldades no parto, deve ser atada uma artemísia à sua anca direita e removida assim que a criança nascer.

A artemísia possui fortes ligações com o oculto, fazendo parte das Nove Ervas Sagradas trazidas pelo deus Woden.

De acordo com antigas tradições, a artemísia deveria ser colhida na véspera do Solstício de Verão para que as suas propriedades mágicas fossem correctamente activadas. No fundo das raízes de determinadas ervas existe um pequeno depósito semelhante a carvão – esta substância tem a reputação de ser um dos amuletos naturais mais poderosos, mas apenas pode ser colhida na véspera do dia de São João (dia 24 de Junho) ao meio-dia ou à meia-noite para que, enquanto amuleto, os seus poderes possam resultar.

A artemísia é uma das ervas de divinação por excelência e constitui sempre uma adição poderosa a incensos para scrying, clarividência ou divinação. A planta fresca pode ser esfregada nos espelhos mágicos ou bolas de cristal para impregnar estes instrumentos e aumentar as suas propriedades divinatórias.

A infusão desta erva é vista como um meio de auxílio à viagem astral, sendo um verdadeiro portal entre mundos.

Gisela Rodrigues

Mandrágora – O Almanaque Pagão 2012 : A Roda Sagrada do Ano Mágico, Zéfiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!