Escritos Aleatórios #18

“Sinto um cansaço que me consome. Começa com um latejar discreto nas têmporas, alastra-se pela restante cabeça, mas é o sussurrar nos ouvidos e na mente, ordenando-me que pare, que me começa a paralisar. Quando dou conta tenho as costas doridas, os braços pesados e umas pernas que a cada passo que dou resmungam. É o não conseguir abrir os olhos como deve ser, o ficar sensível à luz, o desprover-me de vontade de continuar. Quero sair desta letargia, a sério que quero, mas apenas… é tão difícil. A motivação, agora que a chamo com todo o fervor, parece ter encontrado um ainda maior noutro sítio qualquer e não atende à minha súplica. Tento recorrer ahobbies que me dão prazer, mas ler é doloroso, escrever faz-me ficar com as mãos dormentes e tudo o que requeira algum esforço físico mais intenso está-me vedado. É este cansaço que me assalta, que me devora e que me puxa sei lá eu para onde, que me enlouquece. Sinto-me febril, a perder controlo de mim mesmo, a entrar numa consciência que não é a minha. Queria apenas desvanecer, partir e não mais regressar. ”

Morrighan 13/09/2013 – 16h32

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
16 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carla M. Soares
Carla M. Soares
7 anos atrás

Soa-me familiar…

Morrighan
Morrighan
7 anos atrás

Completamente. Hoje estou neste estado de espírito.

Cláudia
Cláudia
7 anos atrás

Bolas, isto é horrível!! Não o texto claro, que bem traduziria parte de mim muitas vezes ao longo deste ano, mas porque ultimamente, para cada lado que me volto, só vejo pessoas assim. Parece virus.

liliana
liliana
7 anos atrás

O stress do trab, as chatices em casa, td isso contribui pro cansaço, físico e psicológico.
O melhor mm a fazer é desligar do mundo e retemperar energias 😉

liliana
liliana
7 anos atrás

O stress do trab e as chatices em casa, contribuem significativamente pro cansaço, a pessoa fica esgotada, quer física, quer psicologicamente.
O melhor remédio é desligar d td negativo k acontece à nossa volta e relaxar ;).

Cláudia Andrade
Cláudia Andrade
7 anos atrás

O pior ainda é teres um grupo de pessoas que vive à tua volta diariamente e que parece nem repararem. E aí, além da forma como já te sentes, ainda questionas a importância que tens nessas vidas que te circulam. Mas o amanhã é realmente outro dia e por vezes acordas com um sentimento melhor, com vontade de lutar, sem te sentires presa e parada. E o que consegues nesses dias é que é importante para seguir em frente, mesmo que devagar, como se tivesses a reaprender a andar. Eu também ando assim…

Morrighan
Morrighan
7 anos atrás

Obrigada a todas pelos comentários!

Muita força e boa disposição **

Paulo Póvoa
Paulo Póvoa
7 anos atrás

Tapo os olhos para não pensar
As mãos são a minha leitura
Naquele livro não consigo deixar de pensar
Até cansada é o livro a loucura
..
Uma loucura insaciável
O resultado a querer saber
Como irá acabar a história
Será o que estou a prever
..
Posso nem pegar no livro
Mas tudo o que li estou a lembrar
E nesse cansaço eu sorrio
Por da história estar a gostar

🙂

António Silva
António Silva
7 anos atrás

Tresanda a cansaço. Até a própria escrita parece forçada.
Somos humanos. Muitas vezes somos derrotados, não pelos nossos inimigos mas pela nossa própria condição humana. Nesta altura o melhor mesmo é sucumbir ao cansaço e parar um pouco. Corpo e mente 😉

Morrighan
Morrighan
7 anos atrás

Obrigada pelo comentário, Paulo.

Transcendente, sim, mais valia, o problema é quando não tens hipótese de…

António Silva
António Silva
7 anos atrás

Bem. Nesse caso resta arrastarmo-nos apenas por arrastar. Sem interesse. Só frustração…

Morrighan
Morrighan
7 anos atrás

Não penso que seja arrastarmo-nos por arrastar. Por vezes atravessamos fases na vida em que parar não é opção. Penso que aqui o truque é sabermos lidar com este cansaço aliviando-o de alguma forma. Apenas nem sempre sabemos como, sem que isso implique uma paragem completa.

António Silva
António Silva
7 anos atrás

Hmmm… Compreendo. Resta esperar por dias com mais energia 🙂

Morrighan
Morrighan
7 anos atrás

Ou então por acontecimento que de facto faça a diferença e que mesmo no cansaço te faça sentir melhor 🙂 Eheh

António Silva
António Silva
7 anos atrás

Se for algo que não dependa de nós, não costumo esperar por eles, embora a vida tenha surpresas.
Se for algo que seja resultado do nosso trabalho, nesse caso não há cansaço que derrube uma conquista!

Morrighan
Morrighan
7 anos atrás

Concordo e subscrevo!

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide