Rentrée Quetzal: Jorge Luis Borges, Mario Vargas Llosa, David Foster Wallace, Claudio Magris, José Eduardo Agualusa

Ficções, Luis Miguel Borges

Setembro

Na opinião de muitos leitores este é não só o melhor livro de Jorge Luis Borges como uma das obras mais importantes do século XX. Quase setenta anos após a primeira edição, Ficções continua a fascinar os leitores que o descobrem e também aqueles que, a cada leitura, o redescobrem. Contos como «Pierre Menard, autor do Quixote», «Funes, o memorioso», «As ruínas circulares» ou «A Biblioteca de Babel» são experiências literárias únicas e inesquecíveis

O Herói Discreto, Mario Vargas Llosa

Setembro

A primeira tradução mundial do novo romance do Prémio Nobel da Literatura, marca o regresso de Mario Vargas Llosa a geografias, a personagens e a temáticas que o celebrizaram, tornando-o num dos escritores mais lidos e admirados em todo o mundo. Sendo um regresso ao Peru, é também a confirmação de um autor universal que, a cada livro, mantém intactas as qualidades literárias de grande mestre da narrativa.

Uma coisa supostamente divertida que nunca mais vou fazer, David Foster Wallace

Outubro

Celebrizado pela sua obra de ficção, David Foster Wallace foi também um excecional ensaísta e repórter. Alguns dos seus artigos mais conhecidos deram-lhe um reconhecimento transversal e captaram o interesse de muitos leitores para este escritor original que estava tão à-vontade a falar da ficção pós-moderna norte-americana como a relatar a sua experiência num cruzeiro. Graças ao talento do seu autor, peças como as de Roger Federer, do Festival da Lagosta do Maine, ou da indústria pornográfica norte-americana transcenderam os limites das publicações em que apareceram pela primeira vez e, atualmente, fazem parte dos textos canónicos sem os quais não se pode entender a dimensão do génio de Foster Wallace.

Austeridade – A história de uma ideia perigosa, Mark Blyth

Outubro

Austeridade: A História de uma Ideia Perigosa é um livro polémico e arrojado que põe em causa o dogma da austeridade enquanto solução para a crise global que afeta a economia. O autor, Mark Blyth, é professor de Economia Política Internacional na Brown University e o vídeo em que apresenta a ideia deste livro tornou-se viral nas redes sociais.

As Primeiras Coisas, Bruno Vieira Amaral

Outubro

Quem matou Joãozinho Treme-Treme no terreno perto do depósito da água? O que aconteceu à virginal Vera, desaparecida de casa dos pais a dois meses de completar os dezasseis anos? Quem foi o homem que, a exemplo do velho Abel, encontrou a paz sob o céu pacífico de Port of Spain? De que mundo vêm as sombras de Ernesto, fabuloso empregado de mesa, Fernando T., assassinado a 26 de dezembro de 1999, Jaime Lopes, fumador de SG Ventil, Hortênsia, que viveu e morreu com medo de tudo? Quando é que Roberto, anjo exterminador, chegará ao bairro para consumar a sua vingança? As Primeiras Coisas é o primeiro romance de Bruno Vieira Amaral.

Um Estranho em Goa, Jose Eduardo Agualusa

Outubro

Um escritor parte para Goa à procura de uma lenda – o Comandante Maciel, de seu verdadeiro nome Plácido Afonso Domingo, antigo comandante de guerrilhas, em Angola, ou, segundo outras versões, um agente infiltrado da polícia política portuguesa. O que encontra é uma lenda maior, e muitíssimo mais fascinante. Um Estranho em Goa é um roteiro por um território antiquíssimo, onde a realidade e a magia se passeiam de mãos dadas.

Depois do romance inédito A Vida no Céu, a Quetzal publica agora um dos romances mais emblemáticos de José Eduardo Agualusa – Um Estranho em Goa.

Alfabetos, Claudio Magris

Outubro

A Quetzal continua a publicação das obras de Claudio Magris, uma das referências da literatura europeia contemporânea. Alfabetos, o livro que sai em outubro, é uma viagem através dos livros e da literatura, ou seja, uma viagem de descoberta dos livros, dos autores e do próprio leitor. Ainda em outubro, o escritor italiano estará em Portugal para receber o prémio Helena Vaz da Silva que lhe foi recentemente atribuído.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!