Mais um Daqueles Posts que Ninguém Gosta de Ler

Uma vez li um comentário mais ou menos assim “Eu acho que os blogues não têm, nem devem, ganhar dinheiro com o que fazem.” 

É engraçado alguém dizer uma coisa destas quando ainda por cima tem dependido de blogues para ou ser conhecido ou tentar vender alguma coisa. Mais engraçado ainda, é os blogues fazerem mexer boa parte da economia cultural, com muita gente a lucrar com o seu trabalho, e as pessoas acharem que um simples obrigada é pagamento mais do que merecido. 

É certo que nunca fiz dinheiro nenhum com o meu Blog BranMorrighan. Também é certo que nunca foi com vista a fazê-lo que o criei e que o continuo a alimentar. Mas quando se discute a possibilidade de receber seja o que for porque realmente trabalhou para isso e lê-se este tipo de afirmação estúpida, a vontade que dá é de boicotar tudo e mais alguma coisa. É um assunto pertinente, claro. As bloggers de moda fazem dinheiro e vivem do que lhes enviam, por exemplo. Eu também vivo dos livros e dos discos que me enviam (sejam físicos ou digitais), alimentam-me a alma e isso não tem preço. Mas quando é evidente que o meu trabalho anda a dar de comer a uns quantos (mesmo que sejam só uns chocolates ou um almoço na tasca) e leio destas coisas… Faz repensar muita coisa. É isso e quando estou horas a trabalhar numa peça, tendo perdido outras quantas na entrevista/no concerto/a ouvir o disco/ler o livro, e depois nem um obrigada por parte do artista se recebe. 

Depois queixam-se. Queixam-se que em Portugal não se vende, queixam-se de serem alvos de críticas de snobismo e elitismo, mas please, julgarem-se superiores a alguém que, voluntariamente, se dedica a divulgar, com consistência, os seus trabalhos… 

Isto tudo porque estava aqui a pensar nos balanços de 2014 e podem crer que no meio das coisas boas todas que tive, e foram muitas, também aprendi muita coisa. Como por exemplo a dizer que não, quando antes de conhecer os ditos cujos teria dito que sim. Dizer não com pena, porque as expectativas eram altas, mas depois o valor humano mostrou-se fútil. E é por isso que 2014 foi um ano muito importante – reeduquei-me. Dizem que se deve separar o artista, enquanto indivíduo, da sua obra. Que não se deve julgar um pelo outro. Concordo até certo ponto, não acho que seja uma relação bidireccional. Podem haver artistas cuja obra não é assim tão boa, mas que compensam sendo grandes ser humanos, e depois há outros cuja obra até pode ser lindíssima, mas que com a sua maneira de ser estragam tudo. 

Enfim, só um desabafo, um de muitos, de muita coisa que vejo e que ainda me consegue surpreender. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
12 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Daniela RC
Daniela RC
6 anos atrás

Concordo plenamente contigo e muita gente esquece-se que os blogues são um meio de comunicação e de divulgação tal como outro qualquer, à uns dias atrás vi uma reportagem internacional em que algumas marcas preferem os blogues ás revistas e até mesmo aos famosos, isto mostra o quanto um blog pode ser bom para uma marca, mas ainda existem pessoas que não conseguem ver mais além e tudo o que seja o que já existia não gostam, acham que não é o suficiente, o que torna essas pessoas presas ao passado o que é estúpido, temos que saber inovar e andar em cima das novidades, mas não, mas tal como disses, pelo menos um agradecimento. Claro que à 5 anos atrás, quando eu criei o meu blog (e á 6 quando tu criaste o teu), não havia isto de divulgar para os outros (pelo menos que eu me lembro), mas tal como tudo, isto mudou, os blogues estão mais perto dos leitores, é um meio mais pessoal e sei que os leitores gostam, o meu blog tem 5 anos, mas não tem muitos seguidores por isso não conta, mas já o teu é espectacular, prova isso até aonde chegaste, se não fosses tu, a tua personalidade nunca chegarias onde chegaste e acredita que muitas novidades eu conheço primeiro através do teu blogue e só depois através de outros meios de comunicação. Os Blogues estão a ser cada vez mais importantes e infelizmente ainda à pessoas que não compreendem isso, mas olha não ligues muito a isso,tal como disseste continua a dizer "não" ás pessoas que sabes que não te vão dar o respectivo valor, pois afinal quem fica a perder são elas e não tu.

Já agora aproveito para te desejar um óptimo 2015 e que continues a crescer cada vez mais e continuação de um excelente trabalho.

Beijinhos,
Daniela RC

Morrighan
Morrighan
6 anos atrás

Querida Daniela RC, como tens razão.

A verdade é que hoje em dias são os blogues que fazem realmente isto tudo mexer. As publicações impressas estão cada vez mais desinformadas e não fossem os blogues, muitos dos talentos que por aí andam continuavam sem ver a luz do dia.

Há quem seja pago, muito bem pago, para fazer um trabalho bem pior do que o que eu faço aqui completamente de borla. E quando falo em mim, falo também em muitos outros casos, como tão bem deves saber.

Enfim, é continuar. Eu vou continuar, o futuro há-de ser o que for, mas chega a ser revoltante a postura de algumas pessoas no que toca à desvalorização do trabalho feito por bloggers que merecem um pouco mais do que isso.

Grande beijinho e um óptimo 2015 *

Beatriz Sousa
Beatriz Sousa
6 anos atrás

Concordo totalmente!

Marisa Luna
Marisa Luna
6 anos atrás

Olá!!
Não costumo comentar muitas vezes, mas este ano decidi fazê-lo mais… isto porque acho que os bloggers merecem que lhes seja deixada uma palavrinha como gratidão pelo trabalho que fazem. E é o mínimo que posso fazer como seguidora e "consumidora" do serviço público que todos acabam por prestar. Pelo menos quando têm qualidade e não se deixam vender, mantendo-se autênticos e verdadeiros. Gosto do Morrighan e sigo…
Compreendo perfeitamente o que aqui escreves. Esse foi um comentário desnecessário e rude, pois o trabalho que os bloggers fazem não tem preço e chega muito mais facilmente ao coração das pessoas do que outras formas de divulgação que são muito bem pagas. Não me escandalizaria nada que começassem a ser pagos… quando têm a qualidade do Morrighan então…
Graças a vocês já conheci muitas bandas, fiquei encantada com livros, recebi mimos e tive momentos espetaculares em espetáculos…
Um grande obrigada
Deixo-vos a certeza de que estou agradecida e de que continuarei a deixar o meu agradecimento no meu próprio blog sempre que tocarem mais forte a minha vida.
Um abraço grande
BOM 2015

Leto of the Crows - Carina Portugal
Leto of the Crows - Carina Portugal
6 anos atrás

Há uma palavra simples para descrever aqueles que acham que o trabalho voluntário não deve ser pago (seja de que forma for): ingratos. E não é nada simpático sentir a ingratidão de alguém que já ajudámos.

Lembro-me de parte de um dos assuntos que levou a esse tipo de afirmações (e desconsiderações). Lembro-me de eu própria ter participado numa das discussões. Mas enfim, acho que fazes muito bem em negar trabalhar para gente pobre e mal agradecida. Não merecem o teu tempo e, por vezes, nem o teu respeito.

Beijinhos 🙂

Paulo Póvoa
Paulo Póvoa
6 anos atrás

Sem dúvida tu tens toda a razão.
As pessoas que fazem comentários destes não sabem do que falam, ou até podem ser daquelas pessoas que tentaram fazer dinheiro e não o conseguiram fazer e assim falam mal de todos.
E tu sim, fazes um grande trabalho a apresentar tudo o que vais mostrando aqui no blog, dando a conhecer muita coisa, algumas já presentes, outras sendo novidades.
E também digo, os artistas nem um obrigado dizerem depois do que fazes não é algo que se mereça.
Com todo o cuidado que tens, com a forma como desenvolves os temas, devias sim receber o obrigado, até merecias mais, mas um obrigado seria o mínimo da parte deles.
Um bom ano de 2015 deste poeta que tem andado sumidinho.

Isabel Alexandra Almeida - blog Os Livros Nossos/ Diário do Distrito
Isabel Alexandra Almeida - blog Os Livros Nossos/ Diário do Distrito
6 anos atrás

Sofia, concordo em absoluto com esta tua reflexão, e acho que temos de continuar a dar o nosso contributo para divulgar a cultura neste país onde, infelizmente, as casas dos segredos são top de audiências e a literatura ainda é vista como algo elitista, ou próprio de pessoas que não levam uma vida normal, é assim desta forma estereotipada que são ainda olhados os amantes de livros e nós bloggers literários. Todavia, como o caminho se faz caminhando, acho que já somos reconhecidos por algum público e alguns profissionais do mundo editorial. Aliás , penso que o blog acaba por se equiparar a jornalismo especializado, basta ver a realidade dos Estados Unidos.
Portanto, resta.nos bater o pé e continuar o bom trabalho e lutarmos pelo nosso reconhecimento. Beijinhos e votos de bom ano, e keep on the good work.

Unknown
Unknown
6 anos atrás

Olá Sofia,
Olha eu gostei de ler.

Concordo contigo apesar de estar no outro lado da barricada. Simplesmente não faço divulgação, nem "me dou ao trabalho" de fazer esse trabalho que tu fazes. Foi, desde sempre uma opção. Minha. Uma das principais razões para tal é ver como tanta gente se deixa levar e acaba por "ceder" ao que acham que os outros esperam de si. Outra é que não tenho jeito nenhum para a coisa. A divulgação que faço é feita através das opiniões sempre sinceras que faço aos livros que leio.

No entanto vejo sempre o teu trabalho e admiro a dedicação e profissionalismo. E se há quem ganhe à custa do teu trabalho porque não hás-de tu tb ganhar?

beijinhos e um óptimo ano
Patrícia

Diana Marques
Diana Marques
6 anos atrás

A maior parte das pessoas não tem noção do trabalho que dá preparar posts, seja de opinião, de divulgação, de passatempos, etc, de manter o nosso canto arrumado, organizado e apresentável, de fácil acesso aos leitores. Acredito que alguns achem que isto é uma brincadeira e quando nos apetece vimos cá escrever umas coisas e tal. Que o nosso trabalho não tem assim tanto valor e que uns livros e uns discos são pagamento que cheguem e não temos nada de reclamar. Essas são as pessoas que não percebem que, se não formos nós, muitos livros não são livros, muitas músicas não são ouvidas, e muitos autores ficam sem oportunidade de serem conhecidos.

Sou blogger há quase 6 anos (6 anos!! para onde foi o tempo??), e acompanho este teu espaço praticamente desde o início. Gosto muito do trabalho que fazes e louvo-te o esforço e a dedicação porque sei que não é fácil, ainda por cima quando temos que conjugar o blog com o resto da nossa vida pessoal, profissional e académica.

Quando conseguimos aprender algo fruto de uma má experiência é sempre positivo e isso só nos enriquece e nos estrutura para experiências futuras. Espero que não te deixes ir abaixo por esses momentos menos bons e que continues a fazer algo que fazes tão bem, que é este cantinho na blogosfera 😉

Beijinhos

Unknown
Unknown
6 anos atrás

Quando falas tudo isso, que mais se pode dizer? ☺

A verdade é que a vida sempre nos fará apreender, repensar e viver coisas que jamais pensamos que alguma vez fôssemos fazer. O que é óptimo, torna-nos mais ricos – não-monetária – e bem mais preenchidos do que uma carteira bem recheada.

Sei que o que escrevo não é perfeito, que não sou nenhum sucesso ou obra d'arte… Nem corro para marketings intriguistas e cheios de 'casa das celebridades'.

Por vezes me questiono porque mostro o que escrevo, por todo aquele negrume que aparece e se enriquece com um interior seco.

Depois mando tudo às favas, escrevo mais alguma merdita e publico pelo site ou pelo que for.
Porque me preencho e completo com o que escrevo, da mesma forma que o fazes a cada trabalho que nos mostras por aqui.

Parabéns não pelo sucesso – até podia estar tudo a correr mal, quase impossível com tamanha dedicação – mas pelo que demonstras ser. E que nunca te esqueças de continuar assim: cheia por dentro, preenchida por maravilhas que nos mostras!

Um abraço!
(já falei demais, ahah) ☻

Morrighan
Morrighan
6 anos atrás

Obrigada a todos pelos vossos comentários e sentimento de compreensão.

A verdade é que nunca pedi um tostão pelo que faço, continuo sem pedir, e como podem ver nem publicidade ponho porque acho extremamente irritante todos os pop-ups ou coisa do género.

O blogue está quase nas 900 000 visualizações e isso deve querer dizer algo, não? Claro que sim, tenho-vos a vocês e sei que o trabalho para o leitor deve ser sempre o objectivo. Sei de autores muito gratos que de uma forma ou outra vão retribuindo com as suas partilhas, pequenas colaborações, o que for, mas quando nem um reconhecimento mínimo existe, seja para um blogue conhecido ou desconhecido (afinal a pessoa teve trabalho na mesma e, acima de tudo, interesse), é falta de educação.

Mas cá continuamos na luta e o importante é estarmos de consciência tranquila com o que fazemos. O que mais me irrita é a capacidade de se criticar negativamente muito mais facilmente do que de se elogiar.

Um grande beijinho a cada um de vocês e força nos vossos projectos <3

Anónimo
Anónimo
6 anos atrás

Gostei de ler sim!! E concordo .

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide