[Queres é (a) Letra! Especial] Second Hand Battle, de Few Fingers c/ Surma + Luís Jerónimo + Paulo Mouta Pereira

Fotografia Ricardo Graça

A querida Omnichord Records comemora esta semana cinco anos de existência e entre as comemorações temos o lançamento deste belíssimo tema – Second Hand Battle – composto essencialmente pelo Nuno Rancho, dos Few Fingers, mas interpretado, ao todo, por cinco excelentes músicos. Nuno Rancho e André Pereira, Few Fingers, Débora Umbelino, Surma, Luís Jerónimo, Nice Weather For Ducks, e Paulo Mouta Pereira, produtor, técnico de som, mas essencialmente músico, que faz parte da banda que acompanha o grande David Fonseca. São cinco pessoas que adoro, que estimo com todo o coração, e esta música é um reflexo de tudo o que eles são, do que todos neste projecto representamos. Parabéns a todos os que têm estado envolvidos nesta grande família. E quando digo todos, digo mesmo todos, desde quem amavelmente faz imagem, capas, posters, ajuda nas viagens, ajuda a produzir, ajuda a seja o que for para tudo isto exista e seja possível, ao incansável Hugo Ferreira. Obrigada principalmente a quem ouve esta malta e os apoia, continuem desse lado, serão sempre o factor maior de impacto. Mil beijos e derretam-se! 

Who fought and won the trial?

No witness, no regrets

A manless wordless file

A mole, blind as my bet


But you’re not

The one that will make it stop

The one that will stay atop

There is no chosen one


but I’ll gather strength, I’ll fire

I’ll burn the poisoned air

I’ll jump into barbwire

I’ll bleed from this affair


But you’re not

The one that will make it stop

The one that will stay atop

There is no chosen one


Our mould is made of iron

A shapeless weight out there

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide