[Diário de Bordo] Dizem que o caminho faz-se caminhando

Os últimos dez dias foram de loucos. Fiquei constipada, bati o record de maços de lenços usados, fiquei com o nariz assado, tive dores de cabeça tão fortes que nem ao computador conseguia estar, mas uma coisa foi sempre certa: ninguém ia escrever a minha proposta de tese por mim, mesmo faltando apenas uma secção de um capítulo. Foi o que demorei mais tempo a escrever e a que ficou pior, sem dúvida alguma. Nestes dias só reinava a impaciência e a intolerância. Não devia ser assim, eu sei. Não pedi para ficar doente, mas quando coloco uma meta na minha cabeça gosto de as cumprir e esta proposta acabou por sofrer bastante com uma série de improvisos. Mas agora já está. A primeira versão já foi enviada e é esperar por possíveis correcções e pela data da discussão – NERVOS! 

Outra coisa, já repararam neste magnífico poster? 

É já esta Quarta-feira que subo o Porto com a magnífica Manuela Gonzaga para apresentar um livro delicioso sobre Maria Adelaide, uma mulher com uma história de vida inspiradora e que tanta comoção continua a provocar passados quase 100 anos desde que a sua vida viria a mudar para sempre. Se estiverem nas redondezas, apareçam!

Mais coisas… Para a semana começo a dar aulas, o que me vai roubar ainda mais tempo. Tenho tantas opiniões por escrever dos livros que tenho lido que até me dá uma coisinha má só de pensar nisso! É que nem sempre consigo a serenidade que preciso para escrever e não gosto de deixar comentários superficiais só porque sim. Agradeço a vossa paciência! 

Já agora, deixo aqui uma curiosidade. Enquanto estive doente andei a devorar a série This Is Us. Não sei se vocês já viram, mas já não me lembrava de chorar tanto com uma série como com esta. É que era quase em todos os episódios! A história daquela família está tão brutalmente retratada que é impossível ficar indiferente a personagens como Jack ou até mesmo ao pai de Rendall. Fica a sugestão, mas preparem os lenços! 

Termino o diário curtinho de hoje para destacar três artigos: Reportagem dos Linda Martini no Lux, Entrevista a The Legendary Tigerman e Reportagem de The Legendary Tigerman no Lux. Tudo em colaboração com os meus mais que tudo Música em DX. Uma última nota para o regresso do tio mais lindo de Portugal e arredores, o Tio Rex com o tema This Is An Intervention. Fiquem atentos, divulgarei mais coisas boas brevemente! 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!