[Playlist da Quinzena] 1 a 15 de Fevereiro de 2018 – Tiago Sampaio (Grandfather’s House)

Fotografia Nuno Sampaio

Fevereiro começa com as escolhas musicais de Tiago Sampaio, o guitarrista dos Grandfather’s House que actuam amanhã no Maus Hábitos, Porto, na festa do nono aniversário do blogue! Tendo sido um dos meus discos do ano 2017, cruzar-me com eles tornou-se inevitável. São versáteis, talentosos e não deixam ninguém indiferente! Mais informações aqui. Fiquem com as escolhas deliciosas do Tiago! 

Não sei se é a playlist da minha vida ou algo do género, mas é o que acho que faz sentido neste momento!

Fell In Love With A Girl White Stripes

É bem capaz que The White Stripes seja das primeiras bandas que comecei a gostar a sério! Esta música é a mostra da incrível energia da banda.


I’m Shakin’ – Jack White

The White Stripes acabaram e continuei a seguir o trabalho de Jack W.  Esta é a música que mais gosto de todos os trabalhos que ele fez.


Prince Johnny – St. Vicent

Este tema é demasiado estranho e profundo, acho que caracteriza bem aquilo que St.Vicent é. É das artista que mais incríveis que já conheci.  Arrisco-me a dizer que é a minha artista preferida!


Down The Road – C2C

C2C foi a minha descoberta em 2017, perdi a conta às vezes que ouvi “Tetra”, o último álbum da banda!


Sound and Color – Alabama Shakes

Este é o disco mais incrível que ouvi deles! Incrivelmente sensível, mas, por outro lado cheio de poder. Posso dizer que é das bandas, a par de St. Vicent, que mais me influencia para produzir música.


Strawberry Fields Forever – The Beatles

Os Beatles vão ser sempre para mim a banda mais intemporal de todos os tempos. Adoro sentir a nostalgia quando estou a trabalhar e começo a ouvir um disco deles de início a fim. Transporta-me para um lugar onde nunca estive, onde nunca vivi, mas onde em tempos pertenci. 

Talvez seja culpa das drogas também…


Baba O’Riley – The Who

Há quem diga que a Stairway to Heaven é a melhor musica de sempre! Para mim é esta.

Everlasting Light – The Black Keys

Black Keys vieram de arrasto com W. Stripes, mas, são tão diferentes! O incrível é que são a única banda da qual posso dizer que não tenho nenhuma música que não gosto.


Heart Of A Dog – The Kills

Esta música, assim com todo o espirito dos The Kills, terão eventualmente influenciado as guitarras de dois temas do último registo de Grandfahter’s House. Ouvir/pensar na maneira de tocar de Jamie H.  durante o processo de composição retirou-me algumas vezes do bloqueio criativo.


Strange Normal – Organ Explosion

A minha formação sempre foi mais virada para o Jazz e, apesar de ter passado para o clássico, o jazz ficou sempre no sangue.  Organ Explosion é aquele jazzy, funky, que me faz acordar de bom humor!


Sparks – The DO

Não percebo o porquê de gostar desta banda, mas desde que a minha irmã me mostrou que fiquei super apaixonado!


La vie en Rose – Édith Piaf

Adoro Clássicos! Este faz-me lembrar a magia parisiense, um grande amigo, e um grande amor!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide