Opinião: Sempre Em Frente – As aventuras de um incurável optimista de Michael J. Fox

Sempre Em Frente – As aventuras de um incurável optimista

Michael J. Fox

Editora: Arcádia

Sinopse: Existem muitas palavras para descrever Michael J.Fox:Actor.Marido.Pai.Activista. Os leitores de Sempre em Frente em breve acrescentarão outra:Optimista. Michael escreve sobre a perspectiva, que o ajudou a encarar desafio como oportunidades.

Opinião: Ler este livro, foi como viver uma experiência fora de tudo o que tenho feito até agora. Para quem não conhece, Michael J. Fox é um actor bastante famoso nos Estados Unidos principalmente pela série Spin City.
Em 1991 foi-lhe diagnosticada a doença de Parkinson. Só em 1998 é que ele tornou pública essa situação. Quando lhe foi diagnosticada a doença, decidiu ir pelo caminho da negação. Afastou a sua família de si, entregou-se ao álcool e basicamente entrou num ciclo de destruição. Até que algo mudou. E mudou de forma tão extraordinária que, ao ler este livro, no final da leitura, eu disse para mim “Este homem, em conjunto com umas quantas pessoas que ele apresentou ao longo das suas experiências, tornou-se o meu herói e uma referência para mim para toda a vida”.

A doença de Parkinson, à medida que vai avançado, vai-se tornando cada vez mais debilitadora. Houve uma passagem logo no início do livro que marcou logo – a descrição duma tentativa de se levantar da cama e lavar os dentes num dia normal. Não há palavras que possam descrever o que fui sentido ao longo desta leitura. É como se houvesse uma reconsciencialização de que há um mundo lá fora com pessoas que atravessam dificuldades que nem conseguimos imaginar. Mas o que mais me chocou, foi a forma humorista, positiva e extremamente motivadora com que Michael J. Fox tem vindo a lidar com tudo durante as últimas quase duas décadas.

O livro está dividido em 4 partes: Trabalho, Política, Fé e Família.
Viajar por estas 4 partes da vida deste homem foi extraordinário. Pelas experiências que ele partilhou, pela paixão que demonstrou no combate da doença, há tanto, mas tanto que desconhecemos e que é tão maravilhoso…
Sabiam que este homem tem uma fundação para a doença de Parkinson? Alguém imagina o quanto ele luta pelo desenvolvimento duma cura?
E não só, a nível político, ele envolveu-se em N campanhas em luta da pesquisa com células estaminais – que se pensa que podem vir a ser a origem da cura para a doença de Parkinson. E enquanto ele fazia isto, havia um apresentador que dizia que nos anúncios para as eleições, ele fingia. Que provocava e fingia os sintomas da doença. Acham normal? Eu não…
Outro aspecto fundamental ao longo do percurso e da luta contra esta doença, foi o amor da sua família. As experiências partilhadas, como ele viveu o 11 de Setembro – marco histórico em todo o mundo mas principalmente nos EUA – , enfim, um leque tão vasto de coisas que muitas vezes não imaginamos ou não queremos ver/dar valor. E não posso de deixar de dar os parabéns à mulher do Michael, Tracy. Uma mulher que não conheço, nem sequer dos ecrãs, mas que fiquei a admirar do fundo do coração. Nem a doença do Michael fez com que aquela família, ele – ela – 4 filhos, deixassem de ser felizes e unidos.

Escrever esta opinião não está a ser muito fácil, sabem? Só tenho vontade de me pôr para aqui a falar deste ou daquele momento, e foram bastantes ao longo do livro, que me marcaram profundamente. Este é um daqueles livros que eu acho que deveria ser de leitura obrigatória a qualquer ser humano. Michael J. Fox é sim um optimista incurável, com uma força descomunal.
Quero também deixar aqui uma pequena nota sobre duas pessoas de quem ele falou e deu a conhecer um pouco mais que, à sua maneira, também lutam/lutaram pelas suas causas. O primeiro é o Christopher Reeve (actor) e o Lance Armstrong. A interação do Michael com estas duas pessoas são um exemplo do que é união para causas que valem mesmo a pena.

E não me quero prolongar mais. Digo apenas isto, quem tiver a oportunidade de comprar, pedir emprestado, alugar numa biblioteca, o que quer que seja, faça-o. Eu que normalmente só leio fantasia, ler este testemunho de vida real de alguém que eu costuma ver no ecrã sem sequer imaginar o que se passava atrás das câmaras, marcou-me e só fez com que, a partir de agora, eu me vá lembrando destes testemunhos quando achar que alguma coisa está mal na minha vida.
É só pena que a maioria das pessoas, só se lembrem destas lutas e da importância delas, quando as coisas lhes batem à porta.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!