I’m Back! Eu e Espanha não nos damos muito bem…

Eu sei que era para ter voltado só no dia 14, mas já estou em Portugal desde ontem por alguns motivos e mais outros.
Estive em Adra, Espanha, no quartel da Guarda Civil Espanhola. O apartamento não era mau de todo. Estava bem equipado com fogão, frigorífico, máquina de lavar roupa, microondas, cafeteira, essas coisas essenciais. Os quartos eram tipo quartos da tropa. Duas camas de solteiro pregadas à parede separadas por uma mesa de cabeceira com um cristo pregado na parede, uma cadeira de madeira e mais uma mesita de madeira.
Felizmente o quartel era a 50m da praia.

A praia era de areia preta, mas chamar àquilo de areia é sermos demasiado bonzinhos. Eram pedragulhos, pedras e pedrinhas, muito boas para magoar os pés. Em contrapartida, e ainda bem, a água era um lago límpido e transparente. Mas só até às 12h.
Sabem, os espanhóis têm hábitos diferentes dos nossos. Só vão para a praia a partir das 12h, das 14h às 17h fecha tudo o que seja comércio, ao Domingo nada abre e por aí fora. Outro dom que eles têm, para além de não se esforçarem minimamente para entender a Língua Portuguesa, é sujar tudo por onde passam.
Como bons portugueses que somos, o nosso dia de praia começa pelas 9h/10h e por volta das 12h/13h vamos para casa para voltarmos pelas 17h/18h. Ora, quando voltamos à praia da parte da tarde, a água parece outra. Vê-se lá de tudo. Embalagens de tudo e mais alguma coisa, papéis que podem ser guardanapos entre outras coisas mais nojentas e mesmo outras coisas completamente nojentas.
Até o quartel tinhas zonas em que cheirava a esgoto.

Fora estes pormenores todos, a estadia não foi nada má. As coisas em Espanha são mais baratas (menos no café – custa 1,30€!!! No mínimo!!), estavamos perto da praia e ainda conseguiamos ir caminhar um pouco à noite numa calçada que havia lá perto.

E tudo corre bem até que dia 11 de manhã uma cafeteira decide ganhar vida e encharcar as minhas pernas com café acabado de sair do fogão. Ahah, estas cafeteiras são tão brincalhonas!!! Resultados: queimaduras de 1º e 2º grau. Vermelhões, negrões, pele levantada, bolhas, coisas boas! Mas, felizmente, estou bem melhor. Tive um grande bombeiro a actuar logo na altura, o meu pai, que começou logo a cuidar de mim e que me impediu de, por exemplo, desmaiar na banheira e ainda partir a cabeça. Se alguma vez vos queimarem, espero que não!, que possam ter alguém tão cuidadoso e eficiente como o meu pai 🙂

Em balanço foram umas férias até porreiras, consegui descansar um pouco, ler outro tanto e pronto! Cá estou de volta. Ainda de férias da faculdade mas não de férias mesmo a sério com praia e tudo mais.

Como estão a ser as vossas férias? Espero que, pelo menos, menos azarentas que as minhas =P

Abraço!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
11 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
NLivros
NLivros
10 anos atrás

Já somos dois.

Quando vou a Espanha nunca falo portunhol pois os tipos ainda nos gozam. Simplesmente falo português ou então, para gozar com eles, em inglês, pois para além de porcos os espanhóis ficam a dever algo à inteligência e é raro ver-se um castelhano que fale outro idioma além do deles.

Mas geralmente é em português e garanto-te que, com muito ou pouco esforço, eles nos entendem.

Carla Ribeiro
Carla Ribeiro
10 anos atrás

" para além de porcos os espanhóis ficam a dever algo à inteligência"

Não sei que espanhóis é que conheceste, Iceman, mas eu vivi lá um ano e tenho bastante certeza de que essa generalização é falsa. Talvez te tenhas cruzado com pessoas assim, mas dizer que todos os espanhóis são porcos e burros não só é ofensivo, mas errado.

Nataxxa
Nataxxa
10 anos atrás

Quanto às atitudes dos espanhóis, não é nada que me admire porque lhes tenho uma raiva de morte, e pelo que continuo a ver, bastante bem fundamentada.

Em relação às tuas queimaduras, espero que melhores bem depressa por isso deve dar umas dores horriveis!

Beijos e as melhoras.

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

É um bocado irritante.. Nós tivemos que tentar desenrascar-nos com o nosso portunhol, mas safámo-nos bem. O que me fez doer a alma foi mesmo a badalhoquice deles…

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

Nataxxa, muito felizmente isto melhorou tanto nas últimas 48h que só posso dar graças. Não tenho tido dores, até porque a pomada que me deram para além de antiobiótica é bastante forte.

Muito obrigado pelos vossos comentários.

Os espanhóis são bastante controversos e penso que de zona para zona são bastante diferentes. Onde tive eram barulhentos (barulho até às 2/3 da madrugada) e bastante sujos… Tenho aqui fotos do quartel e da praia deploráveis.. Enfim.

Patrícia Cálão
Patrícia Cálão
10 anos atrás

Morrighan…desejo-te rápidas melhoras! Nunca fui a Espanha, mas conheço alguns espanhóis que vivem cá e não são más pessoas. Acho que encontramos de tudo em todos os lugares.

Um resto de boas férias!

Vitor Frazão
Vitor Frazão
10 anos atrás

Longe de mim defender os espanhóis, mas tendo em conta as atitudes de pongídeo que já vi da parte de portugueses não temos muito moral para falar…

Obviamente há casos e casos, mudando de região para região. Na Galiza só conheci gente porreira, mas pode ter sido sorte…

Jojo
Jojo
10 anos atrás

Que confusão com essa maldita cafeteira!
Espero que estejas melhor. Mts bjinhos de melhoras!!!
Quanto aos espanhóis nunca lá fui, prefiro fazer férias pertinho de casa que no meu caso significa Porto Santo:P!

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

Laelany e Jojo, muito obrigado a ambas =)

Jojo, foi mesmo uma confusão. Eu ainda estava meia a dormir, acordei logo. LOL. Com direito a uma dor crucitante, desmaios e vómitos. Bem, falemos de coisas boas porque estou a recuperar a olhos vistos e bem mais rápido do que julguei ser possível.

Há-de tudo ficar bem. Era bom que ficasse sem marcas, mas dúvido. A ver vamos.

Beijocas e obrigado pelo apoio!

Alice
Alice
10 anos atrás

Fico contente por saber que a pomada era boa e que isso já está a melhorar.
Os espanhóis lá na terra deles são assim mesmo, porcos e barulhentos (e eu conheço a espanha toda de fio a pavio) quanto à lingua… as gerações mais novas já costumam saber falar inglês mas definitivamente aquela gente não tem geitinho nenhum com línguas, Quando lá fores fala é português que é melhor que os gajos gozam sempre com quem tenta falar castelhano e não consegue.
Não gosto muito deles (deve ser assim tipo uma relação de amor-ódio, "nem contigo nem sem ti" porque depois ando sempre enfiada em Espanha) mas uma coisa tenho que lhes reconhecer…aqueles senhores gajos sabem viver muito melhor que nós (apesar da porcaria) e são muito mais defensores da sua identidade, estilo de vida e de tudo o que é espanhol do que nós em relação ao que é nosso. Enfim, estamos muito perto uns dos outros e somos imensamente diferentes!!!
Bjs

Morrighan
Morrighan
10 anos atrás

É mesmo Alice.. Lá nisso eles vivem bem melhor que nós e são muito mais patriotas.
A minha mãe perguntou as horas(em portunhol) a duas garotas da minha idade, elas não perceberam e para falarem inglês foi o cabo dos trabalhos…
Enfim! Mas desenrascamo-nos bem!

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide