Opinião: ‘A Muralha de Gelo’ (As Crónicas de Gelo e Fogo #2) de George R.R. Martin

A Muralha de Gelo (As Crónicas de Gelo e Fogo #2)

George R.R. Martin

Editora: Saída de Emergência

Colecção: Bang!

Sinopse: Eddard Stark só aceitou o prestigiado cargo de Mão do Rei para proteger o rei… ou não suspeitasse que o anterior detentor desse título fora mandado assassinar pela rainha. Mas agora Eddard tem a certeza que foi ela. E também sabe a razão: a rainha tem um segredo escabroso que pode levar à queda da dinastia e mesmo à guerra civil!

E como se a conspiração palaciana não bastasse, tudo piora quando o rei Robert Baratheon é ferido mortalmente por um animal numa caçada. Mas a Mão do Rei já desconfia de tudo: terá sido mesmo um animal… ou o trabalho de mais um assassino da rainha? Um homem honrado e justo, Eddard Stark começa a temer ser derrotado pelo ninho de víboras que é a Corte e a Casa Lannister.

Mas a ameaça de guerra civil não é a pior sombra que paira no ar. No norte, para lá da muralha de gelo, uma força misteriosa manifesta-se de maneira sobrenatural. E ainda mais longe, a última herdeira dos Targaryen prepara-se para invadir os Sete Reinos com o maior exército alguma vez visto… e com o auxílio de dragões!

Opinião: A Muralha de Gelo é daqueles livros que nos conquista. Se havia qualquer dúvida do potencial desta série no primeiro volume, este tira-nos qualquer dúvida. Estamos possivelmente perante uma das melhores séries de sempre de fantasia épica. George R.R. Martin mostrou-se como um mestre do suspense e do mistério que nos prendem da primeira à última página.

Os Sete Reinos estão num caos. Conspirações atrás de conspirações e ninguém acaba por ser de confiança. Eddard Stark sempre foi um homem de honra, talvez o mais honrado dos sete reinos, mas à sua volta só lhe dizem que é essa honra que lhe vai trazer a morte à sua porta. Sem dúvida uma grande personagem criada pelo autor.

Enquanto a corte anda numa confusão de mentiras e traições, é Robb, o herdeiro de Ned, que se vê obrigado a crescer mais cedo do que esperava e, quando dá por ele, lidera centenas de homens para a guerra contra os Lanister. Sem dúvida foi a personagem revelação deste volume e gostei bastante do que George Martin fez com ele.

Os Lannister são uma praga. E parece que quanto mais tentamos que eles desapareçam da nossa vista, mais eles fazem por valer a sua presença. No entanto penso que várias surpresas nos esperam em relação a alguns deles. Tyrion continua um autêntico mistério e o que o move… Ninguém sabe!

Entretanto Jon Snow, uma das minhas personagens favoritas, vê-se confrontado com uma nova ameaça dentro das muralhas que jurou defender. Será que os Outros estão de volta? Mas as notícias sobre a sua família só vêm agitar ainda mais a sua mente e ele terá decidir: a honra de defender as muralhas ou o amor pela família que o tratou como o bastardo que é e cujo lugar para ele não existe?

Mas é Daenerys nos momentos finais que nos deixa de coração nas mãos! Uma personagem feminina com grande personalidade e determinada. E lá caminha ela, para reclamar o que é seu por direito acordando o dragão que há em si.

Algo que me surpeendeu muito pela positiva na escrita de George Martin, é que apesar de ele ser complemente impiedoso, seja com que personagem for, e parecer que cria ali um buraco no nosso ânimo, logo a seguir ele chama a nossa atenção para outros acontecimentos empolgantes parecendo que aquela ‘perda’ já se passou há muito tempo e não há umas páginas atrás.

Um livro viciante, vertiginoso e que acaba de uma forma que só nos faz querer devorar o próximo o mais rápido possível. 5 estrelas! Adorei.

Opiniões dos restantes livros:

A Guerra dos Tronos (As Crónicas de Gelo e Fogo #1)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fiacha
Fiacha
10 anos atrás

Bem vinda ao cada vez maior numero de admiradores do escritor.

Este volume apenas encerra um ciclo, mas o arco do enredo está longe de estar fechado, muito mas ainda muito vai ser desenvolvido.

E essa desculpa mas essa de não queres ver os Lanister à frente foi cruel.

Para já o patriarca é poderoso, Jaime, vai por mim, ainda vais gostar dele, embora provavelmente dificilmente lhe perdoarás o que fez ao Bran, Cersei é uma pequena víbora e claro o Tyrion é uma personagem e pêras.

Os livros de Mae
rtin seriam bons na mesma sem esta casa, mas não seria a mesma coisa 😀

BJ

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2022 Reading Challenge

    2022 Reading Challenge
    Sofia has read 7 books toward her goal of 24 books.
    hide