Opinião: ‘O Beijo da Meia-Noite’ (Raça da Noite #1) de Lara Adrian

O Beijo da Meia-Noite (Raça da Noite #1)

Lara Adrian

Editora: Quinta Essência

Sinopse: Gabrielle Maxwell, uma reconhecida artista de Boston, celebra o êxito da sua última exposição exclusiva. Entre a acalorada multidão, sente a presença de um sensual desconhecido que desperta nela as fantasias mais profundas. Mas nada relacionado com essa noite nem com esse homem é o que parece. À saída, Gabrielle presencia um homicídio e, a partir desse momento, a realidade converte-se em algo escuro e mortífero, e ela entra num submundo que nunca soube que existia, habitado por vampiros urbanos.

Lucan Thorne é um vampiro, um guerreiro da Raça, que nasceu para proteger os seus – assim como os humanos que com ele coexistem – da crescente ameaça dos vampiros renegados. Lucan não pode correr o risco de se unir a uma humana, mas quando Gabrielle se converte no alvo dos seus inimigos, não tem escolha e é forçado a levá-la para esse outro mundo que lidera, no qual serão devorados por um desejo selvagem e insaciável. Nos braços do formidável líder da Raça, Gabrielle irá enfrentar um extraordinário destino de perigo, de sedução e dos mais sombrios prazeres…

Opinião: O Beijo da Meia-Noite, primeiro livro de uma longa série com o nome ‘Raça da Noite’, foi uma leitura rápida, empolgante e que conseguiu abrir-me o apetite para os outros livros da série.

Dada a quantidade massiva de obras sobre vampiros que já foram lançadas, e que eu também já li umas quantas, pensei que dificilmente um romance sobrenatural dentro desta temática fosse capaz de me surpreender ou entusiasmar. No entanto, Lara Adrian conseguiu fazê-lo bastante bem, apesar de achar que a série tem potencial para vir a ser ainda melhor.

A mitologia vampírica nesta obra é diferente do que já tinha visto e não a vou desvendar porque, de certa forma, foi algo que me agradou na obra e penso que deve ficar por revelar até o leitor ser surpreendido pela escritora.

A obra começa com um pequeno capítulo que nos deixa logo alerta, mesmo ao meu gosto. A escrita da autora é muito sedutora e vai sempre oscilando entre cenários de acção e descoberta, com bastante erotismo pelo meio.

Em relação às personagens, gostei muito de Gabrielle. Penso que está uma personagem feminina bastante forte, com personalidade, mas ao mesmo tempo bastante real, com todas as fraquezas que mesmo a mulher mais forte contém.

Lucan Thorne começa por ser um autêntico mistério, para acabar num livro completamente aberto. Penso que se tivesse ficado algum secretismo/mistério em relação a este, não se tinha perdido nada. Em compensação temos muito mais para descobrir sobre os outros elementos da Raça e é também por aqui que acho que a série tem bastante potencial para vir a ser ainda melhor.

Em suma, uma óptima leitura para descontrair e ainda para ficarmos a conhecer um mundo novo, com personagens que nos deixam afeiçoar rapidamente por elas e que nos deixam um gostinho de querer mais no próximo volume. Gostei.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
6 Comentários
Mais antigo
Mais recente Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carla M. Soares
Carla M. Soares
9 anos atrás

Conforme for lendo os restantes (já há nove em inglês) vai verificar muitos desenvolvimentos nesta intriga e vai, com certeza, gostar de várias outras personagens, femininas e masculinas. Eu, que já os li todos menos o último, de que estou à espera, tenho-a como uma das séries (dentro deste género) a acompanhar. Gosto muito!

Morrighan
Morrighan
9 anos atrás

Obrigada Carla 🙂

Trata-me por tu, pf! Eheheh

Boas leituras e podes ir partilhando aqui as tuas opiniões sobre os livros!

Eu já tenho até ao quarto. Vamos ver como é que a leitura evolui.

Beijinhos

Carla M. Soares
Carla M. Soares
9 anos atrás

LOL. E eu que corrigi o post para NÃO tratar por tu e tudo!
Estou só à espera que chegue o próximo e depois publico uma opinião no meu blogue. Estás convidada a visitar se te apetecer! Até breve.

Morrighan
Morrighan
9 anos atrás

Carla, espero que não te importes que te trate por tu. Penso que pela web e então entre blogs, não há necessidade de grandes formalismos.

Já visitei o teu blog, gostei bastante e vi que também vais ser editada pela Porto Editora. Haveremos de falar brevemente 🙂

Beijinhos

Carla M. Soares
Carla M. Soares
9 anos atrás

Claro que não me imnporto, pelo contrário.
Vou ser editada, sim senhora,é uma sorte e uma honra num ano de crise como este. Vamos ver como corre!
bjs

susana
susana
9 anos atrás

Também já li todos os livros da série em Inglês e gosto bastante! Estou à espera do último (nº10) que conto receber ainda esta semana.

  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide