Opinião: ‘Milagre’ de R. J. Palacio

Milagre

R. J. Palacio

Editora: Asa

Chancela: Livros Com Sentido

Sinopse: «Não vou descrever o meu aspeto. Seja o que for que possam pensar, é pior.»

August nasceu com uma deficiência genética que faz com que o seu rosto seja completamente deformado. Quando nasceu os médicos não tinham esperança de que sobrevivesse, mas sobreviveu. Vários anos e muitas cirurgias depois, August vai, aos 10 anos, enfrentar o maior desfio da sua vida. A escola. Contado a várias vozes, é uma história emotiva das dificuldades que uma criança com uma terrível deformação tem de superar e um relato do milagre que é a vida.

Opinião: O primeiro livro que li da chancela Livros Com Sentido, da editora ASA, foi o À Procura de Alaska. De seguida, li o A Culpa é das Estrelas e recentemente li este, Milagre. Só posso deixar aqui registado que estes três livros foram do melhor que já li. Sem dúvida uma excelente aposta da ASA.

August é das crianças mais conscientes de si mesmo que podem existir. Sabe quem é, o que é e acima de tudo como é que os outros o vêem. Porém, se para muitos isso seria motivo para quererem deixar de viver, de ir à escola, de sequer quererem ver a luz do dia, em August encontramos a força motriz da vida. A sua persistência, a sua inteligência e até mesmo as suas fraquezas, normais de uma criança daquela idade, vão conquistar o leitor da primeira à última palavra.

A autora conseguiu criar uma história encantadora, apesar de emocionalmente muito forte e de cariz bastante sensível. Toca em bastantes pontos da nossa humanidade no que diz respeito a não aceitar as diferenças entre uns e outros e no quanto isso pode afectar o crescimento de uma pessoa.

R. J. Palacio também exige a tomada de consciência, por parte do leitor, das dificuldades que uma família pode ter quando deparada com um caso deste, mas mostrando que existe sempre um lado compensatório. A luta pode tornar as pessoas mais fortes, mais verdadeiras e mais disponíveis para contribuir para o mundo que as rodeia.

A batalha constante de August, cheia de altos e baixos, amizades e pequenas traições, culminam em actos que o irão marcar para sempre, mas acima de tudo a conquista do respeito e admiração por parte dos colegas e professores é o factor mais marcante. Adorei esta leitura e recomendo vivamente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!