Opinião: Morte na Aldeia de Caroline Graham (Crime à Hora do Chá #1)

Morte na Aldeia

Caroline Graham

Editora: ASA

Colecção: Crime à Hora do Chá #1

Sinopse: Badger’s Drift é a típica aldeia inglesa onde todos se conhecem e, aparentemente, nada acontece. Tem um vigário, um médico desastrado, umas quantas figuras excêntricas e uma solteirona amorosa, famosa pelas suas bolachas caseiras. Mas quando a velhinha morre subitamente, a sua melhor amiga não se conforma. Ela sabe que aquela morte não foi natural. O inspector-chefe Barnaby e o incansável sargento Troy não têm alternativa senão investigar. E o lado sombrio da pitoresca aldeia começa lentamente a ser revelado. Perante velhos ressentimentos e novas rivalidades, ódios intensos e paixões dissimuladas, Barnaby está cada vez mais alarmado. Infelizmente, um segundo e hediondo crime vai confirmar as suas piores suspeitas.

Morte na Aldeia, de Caroline Graham foi considerado um dos 100 Melhores Policiais de Sempre pela Crime Writers’ Association.

Opinião: A primeira coisa em que reparei quando me chegou a divulgação deste livro foi o nome da colecção – Crime à Hora do Chá! Ora, sendo eu uma amante acérrima de chá e ainda uma apreciadora de bons policiais, também ao estilo de Agatha Christie, não consegui resistir. Mais surpreendida e enternecida fiquei quando me deparei com um pacotinho de chá da Lipton (o tradicional chá preto) agarrado à capa do livro. Que combinação perfeita! (Parabéns ASA!)

Embora este livro já tenha sido originalmente escrito/publicado em 1987, a autora demonstra uma escrita muito à frente do seu tempo e sem quaisquer tipos de reservas. As suas personagens são deliciosas e ousadas e a trama que a autora constrói está impregnada de mistério que nos vai trocando as voltas a seu bel-prazer. Se a sociedade inglesa já tem o quê de especial por toda a etiqueta que a caracteriza, nesta pequena aldeia os pormenores são ainda mais berrantes.

Fiquei extremamente deliciada com esta obra e nem vou adiantar muito sobre a mesma porque acho que a devem descobrir por vocês mesmos construindo as vossas próprias conjecturas! Confesso que o fim, apesar de surpreendente para a maioria, já me tinha passado pela cabeça como uma daquelas hipóteses ‘naaa, a autora não faria isso, não naquele tempo…’. Ai não! Uma escrita divertidíssima, um enredo que nos prende do início ao fim e uma leitura muito prazerosa. Realmente o ideal para se ler com um chazinho ao lado. Recomendo!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide