[Playlist da Quinzena] 16 a 30 de Junho de 2016 – As Escolhas de João Pedrosa

Fotografia Ricardo Graça

Junho, o mês do meu aniversário e por isso duas pessoas bem especiais para fazerem as playlists da quinzena. Na primeira tivemos o meu afilhado, na segunda temos o João Pedrosa. Na verdade nem sei bem porque é que digo que ele é especial já que tem um mau feitiozinho daqueles, é rezingão e teimoso, mas… É boa pessoa como o caraças! Por isso eu perdoo-lhe os seus devaneios tontos, ele também perdoa os meus, e vejam só que foi ele quem no meu aniversário me ofereceu o disco dos Moderat! Cheira-me a pedido de desculpas por estar há tanto tempo sem escrever aqui para o blogue, mas o rapaz diz-se meio desinspirado. Vamos lá ver se a maré dura porque os seus textos até têm piada e sempre me poupa algum trabalhinho. Ahahah. João Pedrosa, que o futuro te brilhe, principalmente agora que começaste a meter as mãos na massa! Tu sabes a que me refiro. Mil beijos a todos e curtam e playlist meia esquizofrénica aqui do Pedrosa, vale a pena.

Car Seat Headrest – The Ballad of the Costa Concordia

Depois do magnifico disco de estreia, Teens Of Style os Car Seat Headrest estão de volta com outro disco incrível – Teens of Denial”. The Ballad of the Costa Concordia é, quanto a mim, o momento alto do disco.

Föllakzoid – Feuerzeug

Escolhi este tema porque os vou ver esta sexta-feira, a Braga. Os Föllakzoid trazem o seu rock experimental/psicadélico do Chile e pertencem a uma das editoras mais excitantes da atualidade a Sacred Bones Records.

The Snails – Tea Leaves

É um dos discos refrescantes para este ano de 2016 ” Songs FromThe Shoebox”. Os The Snails são o projecto paralelo de Samuel T, vocalista dos Future Islands.

Fat White Family – Whitest Boy On The Beach

Songs For Our Mothers é outro dos grandes discos de 2016. Um dos nomes a não perder no Reverence Valada.

DIIV – Dopamine

Is The Is Are é um disco que me tem acompanhado desde o inicio do ano e que mais tem rodado no meu programa Freqüência Cardíaca.

Sean Riley & The Slowriders – Pearly Gates

O homônimo e quarto disco dos Sean Riley & The Slowriders é o meu disco nacional de eleição para este ano de 2016. Pearly Gates é um dos meus temas favoritos.

The Strokes – Hard To Explain

Is This It é um dos discos da minha vida e como tal Hard To Explain – é daqueles temas que ainda hoje me faz acelerar o batimento!

Interpol – Obstacle 1

Este foi provavelmente um dos temas que mudou a minha vida. Ainda me lembro da primeira vez que o escutei na radio e do que senti nesse momento.

Sonic Youth – Kool Thing

Na secção de bandas lendárias os Sonic Youth são das minhas bandas favoritas. Diria mesmo que em guitarras não há quem os vença!

Liima – Amerika

Por fim, outro dos grandes discos de 2016. Álbum “ii” para os Liima e assim se fecha em festa!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!