[Playlist da Quinzena] 16 a 30 de Setembro de 2016 – As Escolhas de Telmo Soares (First Breath After Coma)

Como convidado da quinzena que se inicia hoje temos o Telmo Soares, guitarrista dos First Breath After Coma. Depois de já cá termos tido o Rui Gaspar, novo convite a elementos da banda justifica-se pela simples razão de que têm estado imparáveis e porque quero destacar o facto de se irem estrear na Alemanhã no festival alemão Reeperbahn. Antes disso tocam amanhã, dia 17, no D’Bandada no palco do Maus Hábitos. 

Fiz a playlist já madrugada dentro, é provável que esteja mais tranquila.

Bon Iver – 22 (OVER SOON)

Este novo álbum de Bon Iver está bastante ousado e fora do que seria de esperar, mas na verdade é assim que ser quer a música. Parece-me que vai ser o ‘Kid A’ de Bon Iver.

Efterklang – Hollow Mountain

Para mim estes dinamarqueses estão a fazer alguma da melhor música que se tem feito nos últimos anos. É difícil escolher um só tema deles, os dois últimos álbuns foram muito bons e consistentes. Este tema abre o Piramida, um álbum incrível do início ao fim.

Animal Collective – Fireworks

Há quem diga que a música é uma droga. Estes rapazes tratam de provar que isso é verdade.

Fleet Foxes – The Shrine

Os Fleet Foxes são geniais e esta música é uma obra prima de 8 minutos.

Patrick Watson – Luscious Life

Esta música e este álbum são uma obra prima. Já há anos que o quero ver ao vivo e ainda não tive oportunidade. Quem já viu diz que é inesquecível.

Nils Frahm – Says

Faz-nos esperar 6 minutos por uma progressão de acordes e vale sempre a pena. É uma prova que uma grande música pode ser tão simples quanto isto.

Sigur Rós – Svefn-g-englar

Não podiam faltar. Jogam num campeonato à parte e esta música foi uma das primeiras que conheci deles, ainda hoje me arrepia.

Sufjan Stevens – All For Myself

Outro génio. Cada som, cada pormenor colocado na música tem um propósito e parece escolhido de forma minuciosa. Resulta numa miscelânea quase esquizófrénica de harmonias que estranhamente funcionam.

Wild beasts – End Come Too Soon

É uma banda que já acompanho há uns anos, com músicas/álbuns surpreendentes, como é o caso deste tema. Infelizmente ultimamente têm seguido um caminho que não me agrada de todo, mas é certo que deixam muitas coisas boas para trás.

Múm – K/Half Noise

Uma grande parte da população islandesa acredita em elfos. Os Múm parecem fazer música para eles.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide