[Divulgação Elsinore] Yoro, de Marina Perezagua

Yoro

Marina Perezagua

Nº de Páginas: 320

Concluí que, se tivesse de escolher um nome para nós, escolheria “os que trazemos a bomba dentro de nós”, dado que a manhã em que um bombardeiro B-29 lançou o Little Boy em Hiroxima foi só o início da detonação. Noventa por cento de todo o mal que sofreríamos, nós, os sobreviventes, iria sendo doseado minuto a minuto, mês a mês, ano a ano, emprenhando-nos desse mal que, se fosse abortado, seria só para nos abortarmos com ele.

LIVRO

Yoro é uma odisseia assombrosa pelos lugares mais profundos e negros da mente humana. Ecoando Dom Quixote, Wim Wenders e Herzog na sua tensão narrativa, este romance, o primeiro de Marina Perezagua, é a busca de uma mulher por identidade, justiça, compaixão e maternidade.

H, a narradora e protagonista, confessa um crime nas primeiras páginas.

E, em tom desafiante, continua, pedindo ao leitor que se atreva a ler a sua história, a sua confissão. H nasce em 1945, no momento da explosão da Little Boy sobre Hiroxima. Anos depois, H conhece Jim, um soldado norte-americano que procura, desde a guerra, uma criança que lhe foi entregue e depois retirada: Yoro. Apaixonados, percorrem o mundo seguindo as mais ténues pistas, até que, na viagem final, a verdade – complexa e perturbadora – revela o crime de H e a sua razão. Torrencial, cru, pendendo entre polos opostos – amor e desespero, encontro e confusão, descoberta e prisão -, Yoro carrega nas suas páginas o caos pós-Segunda Guerra Mundial, o encontro frontal com a sexualidade e o mundo, a violência da linguagem e da lógica.

Yoro, o desconcertante e elogiadíssimo primeiro romance de Marina Perezagua, autora de culto em Espanha, apresenta-se ao leitor através de um ângulo inovador: um testemunho epistolar de H., uma mulher que sobreviveu ao ataque norteamericano em Hiroxima, para o juiz que se prepara para a julgar. 

Na carta, que ocupa todo o romance e funciona como revelação onírica do mundo interior de H. e da sua interação com a realidade, numa alegoria do mal e da esperança, a mulher defende a justeza dos seus atos através da memória da sua relação (complexa, dúbia) com Jim, um soldado americano, e da procura de ambos por Yoro, uma rapariga que este adotara no Japão durante a Segunda Guerra Mundial.

AUTORA

Marina Perezagua é uma escritora espanhola, nascida em Sevilha em 1978. Tem sido elogiada por leitores e críticos pela sua escrita extremamente visual e desconcertante, que a tornou uma voz única na literatura espanhola contemporânea. Tendo publicado inicialmente os livros de contos Criaturas abisales (2011) e Leche (2013), foi o seu primeiro romance, Yoro, de 2015, que a converteu numa figura consensual entre a crítica. Os seus contos foram publicados em diversas revistas literárias, como Electric Literature, Granta (espanhola e britânica) ouMaaboret (em hebraico). É licenciada em História da Arte e doutorada em Filologia. Vive em Nova Iorque, onde ensina Espanhol na New York University e noutras instituições. É praticante de mergulho livre e, em 2015, percorreu a nado o Estreito de Gibraltar em menos de quatro horas.

IMPRENSA 

«Marina Perezagua é uma entusiasmante nova voz, uma das melhores na mais recente geração de escritores espanhóis.» Salman Rushdie

«Ler Yoro é como observar o espetáculo do fim do mundo e ver os quatro cantos de um universo onde os níveis de realidade se confundem.», María José Obiol, El País, Babelia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!