Diário da tour internacional do UM AO MOLHE #05

Confesso que estava a precisar disto. Uma tour mistura duas das coisas que mais gosto de fazer: tocar ao vivo e road trips.

E quando a malta com quem vais é fixe e a que encontras também, tudo fica mais fácil.

Depois de uma noite tranquila e (finalmente) bem dormida, partimos das imponentes Astúrias em direcção a Saragoça.

Espanha, como Portugal, tem uma coisa que adoro. Fazes 100 km e de repente a paisagem mudou drástica surpreendentemente. Bastou-me adormecer 1 horita no carro e o verde vivo e as montanhas selvagens das Astúrias tinham dado lugar a uma planície laranja e ampla, algures entre Navarra e Aragão.

É numa dessas planícies que fica Saragoça. Enganámo-nos na saída e entrámos pelo lado contrário da cidade. Como somos adeptos do erro aproveitámos para tirar partido disso e dar uma volta rápida já que nestas andanças raramente dá para dar grandes passeios turísticos.

Vimos uma cidade limpa, com vários edifícios de arquitectura contemporânea, bem grande e plana, ideal para se andar de bike. O Javier não foge à regra. É ele que está na foto connosco e que nos acolheu no Robby Robot.

E foi ele também que pediu à Filomena, amiga de Lamego para tratar da janta (já é a 2ª pessoa com raízes em Lamego que passa por nós na tour). Resultado, falhámos o pulpo à gallega mas fomos compensados com bacalhau à braz e salpicão.

Não sei se foi do ambiente familiar que se gerou mas os concertos do Tren Go e da Surma foram para mim os melhores que eles deram até agora. Tocar todos os dias dá-nos confiança e eles transpiraram-na. Improvisaram mais e divertiram-se e isso saiu cá para fora.

Eu abri as hostilidades e aproveitei para continuar a tocar as minhas malhas novas, que me estão toda uma pica renovada.

Há que acordar cedo no dia seguinte, pelo que não fomos para os copos.

Cheira-me que em Barcelona a conversa será outra.

Manuel Molarinho

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide

    Categorias do Blog

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!