Fenómeno climatérico extremo destruiu a unidade gráfica da Porto Editora

Gráfica vai ser totalmente reconstruída. Logística parada nas próximas semanas, afetando o abastecimento do retalho livreiro e as livrarias online WOOK e Bertrand.pt. 

Poucos dias depois do incidente ocorrido na passada quarta-feira e salvaguardados que estão o bem-estar e a segurança de todos os trabalhadores da unidade gráfica, deu-se início à avaliação dos danos e do impacto do incidente, que, tudo indica, foi provocado por um fenómeno climatérico extremo, provocando o colapso de toda a cobertura da unidade gráfica e de uma parte da cobertura da unidade logística. A avaliação preliminar feita pelos técnicos responsáveis aponta para prejuízos de milhões de euros, estruturais e operacionais. 

Os danos causados pelo referido fenómeno, que se verificou às 11:05 do passado dia 14 naquele local, são de tal monta que tornam inevitável a demolição da parte gráfica, que foi inaugurada em 2000. Os trabalhos preparatórios estão a ser iniciados ao mesmo tempo que se procede à retirada de toda a maquinaria. Após o processo de demolição e limpeza, iniciar-se-á a construção de uma nova gráfica na mesma área de 7.000 m 2 , obra que se prevê que esteja concluída até ao final do ano. 

Como é óbvio, esta realidade obrigará a Porto Editora a um esforço suplementar na procura de soluções que deem resposta às suas necessidades de produção – para se ter uma ideia, na Bloco Gráfico, onde trabalham 80 pessoas, imprimiram-se, em 2017, cerca de 15 milhões de livros. 

Logística parada afeta abastecimento de livrarias e online 

O rescaldo do incidente permitiu identificar danos também numa das áreas de funcionamento da Zuslog, empresa responsável pela operação logística do Grupo Porto Editora que assegura o abastecimento do mercado livreiro, bem como a satisfação das encomendas registadas nas livrarias on-line WOOK e Bertrand.pt . 

Ainda que os danos sejam de menor monta, o facto é que impedem o funcionamento de toda a estrutura durante as próximas semanas, o que significa que a presença das edições do Grupo Porto Editora nas livrarias poderá ser afetada. 

Também as livrarias online WOOK e Bertrand.pt têm o seu funcionamento condicionado, facto que, aliás, já foi comunicado diretamente aos respetivos clientes, sendo que todos os esforços estão a ser envidados para ultrapassar esta gravíssima situação no mais curto tempo possível. 

Em quase 74 anos de história, esta é uma das mais difíceis situações já enfrentadas pelo Grupo Porto Editora, que vem agudizar as grandes dificuldades que o setor do livro atravessa em Portugal – quer no plano editorial quer no plano das livrarias – e ensombrar ainda mais as perspetivas da evolução deste setor no futuro próximo. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide