Descobrindo f o l l o w t h e r i v e r com Among the Clouds

Há canções que nos falam ao coração de forma muito especial. Quando ouvi pela primeira vez “Among the Clouds” senti-me numa espécie de limbo. Tanto a voz como a parte instrumental guiam-nos por diferentes dimensões emocionais. Há um caminho em direcção à redenção que nos atinge e nos comove. A combinação entre a voz do italiano Filippo Ghiglione e as diferentes texturas sonoras levam-nos a uma espécie de meio caminho entre o Bon Iver e o Chet Faker. Mas verdade seja dita, penso que o artista italiano conseguiu transmitir a sua própria personalidade e paixão neste projecto. Recentemente lançou o seu EP blankets & bumblebees e “Among the Clouds” é um dos temas que faz parte desse trabalho e é também um dos temas que facilmente ficamos a ouvir em repetição. O percurso de f o l l o w t h e r i v e r tem sido algo solitário, mas é o contrário que ele nos proporciona, uma espécie de companhia e de consolo para os nossos momentos mais difíceis. 

Podem segui-lo aqui: https://www.facebook.com/followtheriverpage

Música inserida na Playlist FreshFindings do blogue no Spotify.

Maybe i should move among the clouds

With no space to fill and no bodies down

But i won’t forget my sweet kryptonite

In the corner of my eye

When my tears have still to dry

In the backdoor of my mouth

When i feel helpless and ashamed

Ashamed

But i’m so sorry that i broke your heart

i’m so sorry that i could not handle it

I give it back to you with both of my hands

I give it back to you with no resistence

Who am I calling?

Who am i calling?

You won’t give it back to me

You won’t give it back to me

You won’t give it back to me

You won’t give it back to me

Should i just stay and act like a fool

Well i’m sorry if i’m not Mr Cool

When no one’s around i’ll let you in

In the corner of my eye

When my tears have still to dry

In the backdoor of my mouth

When i feel helpless and ashamed

Ashamed

But i’m so sorry that i broke your heart

i’m so sorry that i could not handle it

I give it back to you with both of my hands

I give it back to you with no resistence

Who am I calling?

Who am i calling?

You won’t give it back to me

You won’t give it back to me

You won’t give it back to me

You won’t give it back to me

But i’m so sorry that i broke your heart

i’m so sorry that i could not handle it

I give it back to you with both of my hands

I give it back to you with no resistence

Who am I calling?

Who am i calling?

You won’t give it back to me

You won’t give it back to me

You won’t give it back to me

You won’t give it back to me

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide