[Diário de Bordo] Um Novo Começo!

Queridos leitores,

É com grande alegria que partilho convosco um novo começo! Ontem foi o meu primeiro dia na minha primeira “tenure track” como Professora Auxiliar no Departamento de Informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. E começo em grande a dar ao Mestrado e ao Doutoramento em Ciência Cognitiva e à Especialização em Data Science.

Dado que o blogue já vai comemorar 13 anos em Dezembro, os leitores mais antigos sabem que sempre partilhei uma paixão muito grande pelo ensino, pela investigação, pela partilha do conhecimento. Nunca antes, como em 2020 e 2021, dei tantas palestras sobre o meu trabalho. Existe uma curiosidade insaciável sobre quais os mecanismos inerentes ao comportamento humano e a tantos sistemas que nos rodeiam.

Embora a minha formação – Licenciatura, Mestrado e Doutoramento – sejam em Engenharia Informática (foram mais de 10 anos no Instituto Superior Técnico), a verdade é que desde a licenciatura que a minha curiosidade sobre o mundo à nossa volta me levou a procurar pessoas e circunstâncias que de alguma forma me introduzissem a um universo mais interdisciplinar.

No mestrado fiz um Major em Sistemas Inteligentes, mas a minha tese acabou a ser em algoritmos para alinhamento de transcritomas. Iniciei o doutoramento a explorar mais teoria de grafos aplicada a biologia evolutiva para depois complementar com estudos relacionados com ciências sociais, teoria de jogos, doenças infecciosas, etc.

Quando terminei o doutoramento, tive a oportunidade de fazer um pós-doutoramento nos Estados Unidos que ajudou a intensificar a interdisciplinaridade que me faz sentir em casa, mergulhando mais profundamente na ciência cognitiva, na neurociência e até na modelação de pandemias! Por fim, a experiência no Hospital da Luz de Lisboa, proporcionou-me a oportunidade de perceber como é que todas estas ferramentas que adquiri ao longo dos últimos anos podem ser usadas de forma a estudar e a compreender melhor populações de pacientes complexos.

Agora neste novo começo, a responsabilidade aumenta ainda mais um bocadinho. Já antes dei aulas. Primeiro como bolseira no Instituto Superior Técnico e enquanto terminava o doutoramento cheguei a ser professora convidada na FCUL. Mas uma coisa é quando ainda estamos em formação, quando o nosso trabalho ainda está interconnectado com orientadores ou responsáveis. Embora encaremos todas essas circunstâncias com seriedade, existe também uma sensação de rede de protecção.

Quando se passa para o outro lado, cabe-nos a nós tornarmo-nos nessa rede de apoio e protecção. Dado que já levo uma mão cheia de alunos de mestrado/doutoramento que estou a orientar, juntar agora a responsabilidade de cadeiras em áreas tão importantes como a Ciência Cognitiva, a Ciência dos Dados e Inteligência Artificial acrescenta uma dose de realidade que é tão assustadora quanto gratificante.

Tenho sido muito sortuda com as pessoas com que me tenho cruzado no meu caminho. E se há coisa que me tem inspirado em algumas destas pessoas é como ser um bom colaborador e como ser um bom mentor. Claro que para se ganhar esta noção de “bom” tem que se ter visto o “mau” (às vezes o “muito mau”). Gosto de pensar que ainda assim que com cada experiência tiramos as lições que precisamos de tirar para nos tornarmos seres humanos melhores.

E é isto! Estou super feliz e queria partilhar essa felicidade convosco. Sei que não tenho escrito de todo, mas acredito que as coisas têm convergido de forma a poder voltar a este espaço que tanto gosto. Imaginam… Quase 13 anos?? Mais de um terço da minha vida registado neste espaço, com os seus altos e baixos (apesar de, claramente, escrever muito mais sobre os altos do que os baixos).

Um abraço e até já.
Sofia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Subscrever
Notificar-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide