Música

[Crónica Paulo André Cecílio] A culpa é dos Lobos

Podia estar aqui a gastar o latim que não tenho a escrever sobre a importância da Sofia dentro daquilo que constitui a “cena” musical portuguesa …

Ler o Artigo →
Música

[Crónica Paulo André Cecílio] É PAUS, é pedras

É PAUS, é pedras Olhamos para aquela banda, hoje em dia, e surpreendemo-nos por termos acompanhado os seus primeiros passos, quando o que havia era …

Ler o Artigo →
Música

[Crónica Paulo André Cecílio] O xx marca o local

Quando eu era um jovem imberbe, achava que James Blake iria obter, com o seu álbum de estreia, o mesmo tipo de sucesso indie que …

Ler o Artigo →
Música

[Crónica Paulo André Cecílio] Shellac

Eles agora moram cá Hoje em dia poderá não parecer – porque há um NOS Primavera Sound todos os anos – mas tempos houve em …

Ler o Artigo →
Música

[Crónica Paulo André Cecílio] Gil Scott

Olá, sou novo aqui Devo isto da escrita a toda a gente que me deu uma oportunidade, quer me apresentando às pessoas certas quer arranjando …

Ler o Artigo →
Música

[Crónica Paulo André Cecílio] Bater àquela porta

Fotografia Paulo Cunha Martins Quem me conhece sabe que, de todas as centenas de bandas que já ouvi ao longo de anos de melomania, há …

Ler o Artigo →
Música

[Crónica Paulo André Cecílio] Juventude Sónica

Este poderia ser um texto sobre os Linda Martini, mas não é. É-o, aliás, de uma das bandas que deram forma e cor aos Linda …

Ler o Artigo →
Música

[CRÓNICA PAULO ANDRÉ CECÍLIO] Tudo é Melhor no Porto – Dick Dale

Tudo é melhor no Porto Isto hoje até parece uma frase batida, mas continua tão verdadeira quanto o era desde que há uns curtos anos …

Ler o Artigo →
Música

[Crónica Paulo André Cecílio] Tangerinas

Quando Edgar Froese morreu, em Janeiro de 2015, levou também consigo boa parte do espírito criativo dos Tangerine Dream, que fundou quase cinquenta anos antes …

Ler o Artigo →
Música

[Crónica Paulo André Cecílio] Estranha

Eu gosto de música estranha. Eu gosto de coisas que soam a berbequins e gosto de gente que desafina. Eu gosto de matagais electrónicos abstractos, …

Ler o Artigo →
  • Sobre

    Olá a todos, sejam muito bem-vindos! O meu nome é Sofia Teixeira e sou a autora do BranMorrighan, o meu blogue pessoal criado a 13 de Dezembro de 2008.

    O nome tem origens no fantástico e na mitologia celta. Bran, o abençoado, e Morrighan, a deusa da guerra, têm sido os símbolos desta aventura com mais de uma década, ambos representados por um corvo.

    Subscritores do blog

    Recebe notificação dos novos conteúdos e partilhas exclusivas. Faz parte da nossa Comunidade!

    Categorias do Blog

    Leituras da Sofia

    Apneia
    tagged: currently-reading
    A Curse of Roses
    tagged: currently-reading

    goodreads.com

    2021 Reading Challenge

    2021 Reading Challenge
    Sofia has read 0 books toward her goal of 40 books.
    hide